sexta-feira, 8 de abril de 2011

PI: Cinco mil pessoas ficam sem ônibus com protesto de motoristas

Os bairros Parque Itararé e Portal da Alegria ficaram sem coletivos da empresa Santa Cruz na manhã desta quinta.

Somente após a expedição de uma liminar da Justiça e a intervenção da coordenadora de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar, tenente coronel Júlia Beatriz, foi que o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários – Sintetro cedeu e convenceu aos motoristas a colocarem os ônibus da empresa Santa Cruz de volta às ruas.  Nesta manhã, cerca de cinco mil pessoas ficaram sem ficaram sem ônibus por conta do protesto.

A manifestação acontece devido à demissão de três cobradores. O sindicato alega que as demissões foram injustas, já que não foram pagos os direitos dos trabalhadores que possuíam mais de 15 anos de empresa. A direção discorda e disse que todos os acordos foram feitos com participação do sindicato, que agora volta atrás.

No início da manhã, o sindicato impediu que os ônibus saíssem e a direção chamou a polícia para evitar confronto. Uma liminar da Justiça determinou que os ônibus voltassem a circular e da conversa com a tenente coronel Júlia, os sindicalistas se convenceram a procurar a Delegacia Regional do Trabalho para resolver a questão.

Um dos proprietários da empresa Santa Cruz, Joesley Campelo, disse que os funcionários foram demitidos e os acordos feitos junto com o sindicato. Ele disse que só ontem a empresa teve 34 ônibus com pneus furados e que isso é suspeito por ter acontecido com uma só empresa. “Mas podem ser vândalos. Só quero que a população quando vir um negócio desses fotografe e registre queixa porque quem primeiro arca com os prejuízos são os empresários, mas depois é a população que fica sem transporte”, destacou.
Fonte: Cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados