Nova Padronização

Conheça o futuro visual dos ônibus de Fortaleza

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Ar condicionado

Usuários aprovam articulado climatizado

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Articulado

Veículo realiza testes nas ruas de Fortaleza

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Guanabara

Melhor Empresa de Transporte Rodoviário de Passageiros do Brasil 2013

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Hibribus

Ônibus elétrico realiza testes em Fortaleza

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Antônio Bezerra

Confira a localização dos pontos do novo terminal

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Mega Plus

São José renova com o novo urbano da Neobus

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Fretcar

A maior renovação da historia do Grupo em 2013

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Via Urbana

Urbano com suspensão pneumática em operação

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Confraternização

Fretcar proporciona tarde de encontro entre Busólogos

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Viação Penha

Nova frota e nova identidade visual

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Empresa Santo Antonio

Crescendo com Maracanaú

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Expresso Serrano

Da serra ao litoral

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Crateús

O novo G7 1600 LD

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Cialtra

Uma viagem ao passado

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

5º Encontro Nacional de Busólogos

Evento reúne busólogos em Fortaleza

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Irizar

Ônibus Irizar nas empresas do Ceará

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

sábado, 19 de maio de 2012

Itapemirim é condenada a pagar indenização por acidente em Barro no carnaval de 2004

A Viação Itapemirim foi condenada a pagar indenização de R$ 150 mil por danos morais à Antônia Flaviana de Sousa, que perdeu o companheiro no acidente em Barro, 451 KM de Fortaleza, no carnaval de 2004, quando o ônibus da empresa caiu no açude Cipó. No acidente, 42 passageiros que viajavam à Bahia morreram.

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) condenou a Itapemirim a pagar, além da indenização, uma pensão mensal de R$ 1.500 até a data em que a vítima completaria 65 anos. 

Segundo o processo, o universitário Sérgio Ricardo Araújo Passos, 24, estava no ônibus da empresa que caiu em um açude após sair da pista. O estudante estava indo à Bahia para realizar exames médicos finais para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar daquele estado. 

Nos autos, a empresa de transporte alegou que não teve culpa pelo acidente, que teria sido provocado por um animal na pista. A decisão foi tomada na segunda-feira, 14, e divulgada nesta sexta-feira, 18. No texto do TJCE, o acidente é apontado como tendo ocorrido em março. 

Tragédia 
O acidente teve grande repercussão na época pela forma como as vítimas morreram. O ônibus havia deixado Fortaleza às 20h30min de sexta-feira, 21 de fevereiro de 2004, com destino a Salvador (BA), e o acidente aconteceu por volta das 4h30min do dia 22. O veículo afundou quase 10 metros de profundidade e dois carros guinchos foram utilizados na tentativa de trazê-lo para a superfície. O ônibus possuía janelas vedadas para garantir o isolamento térmico do ar condicionado, o que pode ter impossibilitado a saída dos passageiros. 

A única testemunha do acidente, o motorista de uma F-400, o feirante Francisco Pereira de Souza, que transportava feirantes para Barro, teria informado à delegacia que o ônibus não trafegava em alta velocidade. Além disso, não teria havido motivo aparente para ter se desgovernado e caído no açude. 

Na época, os pais de Sérgio Ricardo Araújo Passos, falaram com O Povo e não esconderam a revolta com o fato das janelas do ônibus estarem vedadas. "Meu filho era um atleta, um rapaz saudável, nadava muito bem e somente morreu porque não conseguiu sair do veículo", disse à epoca Rita Passos, mãe do universitário. O pai, José Nunes, disse que pretendia acionar judicialmente a Itapemirim. O Povo Online tentou contato com a assessoria da empresa Itapemirim, em São Paulo, mas as ligações não foram atendidas.
Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2014. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados