quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Fortaleza: Conheça a utilidade das Paradas Seletivas

Por Fortalbus
Quando se está a espera de um ônibus, é esperado que o coletivo realize o embarque dos passageiros assim que solicitado. Agora, o que dizer quando o motorista de um ônibus não obedece a solicitação? Podemos classificar de "queima de parada". Mas antes de julgarmos, devemos observar toda a situação que cerca os envolvidos (usuário e motorista).

Algumas das inúmeras "queimas" nem sempre é de má vontade do condutor. O próprio passageiro é que não se dá conta de que aquele ônibus não poderia parar em um ponto que não deveria, pois ali se encontra uma Parada Seletiva. Como o próprio nome diz, essas paradas selecionam as linhas que devem realizar o embarque naquele local, com o intuito de organizar e dar mais fluidez ao trânsito nas vias.

Por exemplo, em uma avenida passam as linhas A,B,C,D e E. Em um determinado ponto, existe uma parada na qual informa que somente as linhas A e B podem parar. Sendo assim, C,D e E não devem realizar embarques e desembarques no local mencionado. Mas a poucos metros da Parada Seletiva de A e B, existe um outro ponto destinado a essas linhas.

Caso você esteja em uma Parada Seletiva destinada a uma linha que não seja a desejada, poderá perder tempo e causar aborrecimentos devido o ônibus almejado não obedecer a solicitação. Caso isso aconteça, a "queima de parada" não é caracterizada, pois o motorista apenas cumpriu a sua obrigação. Para evitar que cenas como essa se repitam, é bom sempre observar na placa das paradas as linhas que estão autorizadas para embarque e desembarque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados