domingo, 28 de dezembro de 2014

O chassi Ford na frota da Empresa Vitória

Por Fortalbus
Há exatos 21 anos, antes da Empresa Vitória se tornar um dos maiores frotistas 100% Mercedes-Benz no Ceará, a empresa passava a incorporar à sua frota ônibus Ford equipados com motores MWM. Antes disso, a Vitória também teve experiências com outros motores, sendo quatro unidades Volvo e um Scania, entretanto, o Ford foi adquirido entre 1993 e 1997, período em que os motores MWM mostravam-se bastante promissores nesta categoria de veículo para transporte de passageiros.
Jornal O Povo - Maio de 1993
O B-1618 foi apresentado ao público durante a Expobus 1992, tendo sua produção comercial iniciada pela Ford em 1993 durante o período de joint-venture com a Volkswagen (Autolatina). Seu motor era o MWM série 10 de 184 cv de potencia com 6 cilindros em linha, equipado com cambio Eaton de cinco marchas à frente e uma à ré. Clique para ver ficha técnica detalhado do Ford B-1618.

Dentre as características que fizeram o sucesso dos chassis Autolatina era o bom isolamento acústico do capô de série que acompanhava o chassi, facilitando assim o seu encarroçamento. Além do capô, outras mudanças foram aplicadas ao produto ao longo do desenvolvimento como, por exemplo, a instalação do filtro de ar em um local mais alto do chassis, permitindo que o veículo pudesse enfrentar locais sujeitos à enchentes e alagamentos sem danificá-lo.

Na Vitória, além da carroceria que levava o mesmo nome da Empresa, algumas unidades dos modelos Urbanus (Busscar), Torino GV (Marcopolo) e Thor (Engerauto) também tinham chassis Ford, sendo os de prefixos 303 e 304 os últimos da marca adquiridos em 1997. O B-1618 saiu de linha de produção em 1998, quando a união Ford-Volkswagen já havia sido encerrado, porém, a Volkswagen permaneceu no mercado fabricando chassis para ônibus e microônibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados