quinta-feira, 9 de abril de 2015

O portifólio de ônibus Comil na frota da Uruburetama

Por Fortalbus
Algumas empresas de ônibus seguem determinadas tendências de mercado que são influenciadas por diversos fatores, fato que se aplica também à aquisição de um produto, neste caso, a carroceria do ônibus. Desviando do comum, a Empresa Uruburetama, que atua no fretamento de veículos para os mais diversos serviços de transporte de passageiros, destacou-se nos últimos anos pela crescente preferência dos ônibus da marca Comil.

A Comil Carrocerias e Ônibus Ltda. é uma fabricante que nasceu na segunda metade da década de 1980 após a aquisição de outra tradicional produtora de carrocerias, a Incasel. Naquela época, Marcopolo, Nielson e os monoblocos da Mercedes-Benz tinham grande presença no mercado de carrocerias para ônibus rodoviários. O mesmo se observava na Empresa Uruburetama, que até poucos anos atrás tinha uma grande variedade de modelos em sua frota.
Monobloco Mercedes-Benz O-355 da Empresa Uruburetama (Década de 1980)
A empresa nasceu em meados da década de 1970, operando linhas intermunicipais no Ceará, tais como Fortaleza x Uruburetama, Fortaleza x Graça, Fortaleza x Itapipoca, Fortaleza x Pitombeiras, Itapagé x Itapipoca, Pacujá x São Benedito, Sobral x Graça, Sobral x Pacujá, além do fretamento de veículos, ramo no qual se destina exclusivamente desde 2010.

Lançado em 1989, o modelo Comil Condottiere também esteve na Uruburetama, na versão 3.40, os veículos não foram adquiridos “zeros”, mas foi o modelo mais antigo da carroçadora que passou pela sua frota. Dentre as unidades deste modelo, destaque para um veículo Mercedes-Benz OF-1315 e outro O-364 reencarroçado.
Modelo Condottiere
A presença dos ônibus Comil na frota da empresa cearense se firmou ainda na década de 1990, com aquisições do modelo Galleggiante 3.40, um grande sucesso que fortaleceu a presença da Comil no segmento de carrocerias rodoviárias. Na Uruburetama, as unidades tinham chassi Mercedes-Benz OF-1620 e a charmosa porta pantográfica do lado esquerdo para acesso exclusivo do motorista, diferencial daquele modelo. Alguns destes ônibus eram equipados com ar condicionado.
Galleggiante com chassis Mercedes-Benz OF-1620 e Volvo B58
Ainda sobre o modelo Galleggiante, duas unidades com chassi Volvo também foram incorporadas à frota. Estes veículos, prefixos 920 e 1030, eram reencarroçados do chassi B58 e só chegaram na década de 2000. A partir daí, a maioria dos veículos que eram incorporados à frota, novos ou usados, eram Comil.

O sucessor do modelo Galleggiante chegou em 1998, era o Campione, disponível nas versões 3.25, 3.45, 3.65 e 3.85, além do 4.05 HD. Na Uruburetama, apenas a versão 3.45 chegou à empresa, sendo a maioria deles na versão Mercedes-Benz OF-1721 e OF-1722. Houve também uma unidade de motor traseiro com chassi O-371, além do Volkswagen 16-210 com terceiro eixo.
Primeira geração do Campione 3.45
O Versatile, modelo intermediário concebido para aplicação no fretamento, também passou pela Uruburetama, foi apenas uma unidade, o 980. Apesar da semelhança com o Svelto, modelo urbano da Comil, o ônibus tinha características de rodoviário e chassi Volkswagen 16-180.

A preferência pelos produtos da marca se consolidou ainda mais quando em 2005, durante o lançamento da nova geração do Campione em Fortaleza, o proprietário da empresa, Francisco Pinto Neto, adquiriu duas unidades do novo modelo que faziam parte da caravana itinerante Comil pelas principais capitais. Foram adquiridos uma unidade Campione 3.25 e outro 3.45, ambos com chassis Volkswagen 17-210.

Os veículos de exposição chegaram à empresa com cores de tonalidade dourada. O visual caiu tão bem que este acabou sendo a cor predominante nos carros da frota rodoviária durante os anos seguintes. Sobre esta geração do Campione, foram adquiridas novas unidades com chassi Mercedes-Benz OF-1722 e Volkswagen 18-310 OT, todos na versão 3.45.
Segunda geração do Campione nas versões 3.25 e 3.45
Na diversificada frota da Uruburetama, alguns micro-ônibus também compõe sua frota. O modelo Piá, lançado pela Comil em 1999, também se tornou modelo efetivo há alguns anos. Todas as versões do modelo estão presentes na frota, desde a primeira versão ao atual.

Todos os seus micros são equipados com ar condicionado, representando uma opção ágil e econômica para o transporte de grupos menores. Todos eles possuem chassis Volkswagen, exceto o modelo da primeira geração que é Mercedes-Benz. Destaque para o que possui chassi Volkswagen 9-150 com terceiro eixo, carroceria estendida que agrega mais estabilidade e capacidade de poltronas. 
As três gerações do micro Piá na Empresa Uruburetama
Voltando à linha Campione, com uma pequena atualização na frente da carroceria em 2007, surge a série Vision. Entre as modificações, um para-brisa maior sem a grade cromada abaixo e para-choque com novo desenho. Nesta fase, foi adquirido pela primeira vez a versão 3.65, que chegou montado sobre o chassi Mercedes-Benz O-500R. Além deste, também as versões 3.25 e 3.45, agora reestilizados na versão Vision.

A versão menor, o 3.25, recebeu o chassi Mercedes-Benz OF-1418, configuração atípica, quase um micrão. Já os do modelo 3.45 receberam os chassis Volkswagen 17-230 e Mercedes OF-1722, além de um único Scania K-310, oriundo da Empresa Lontra.
Campione Vision nas versões 3.25, 3.45 e 3.65
Na versão atual, o Campione continua sendo prioridade na renovação de frota da Empresa Uruburetama. Lançado em 2010, mais uma vez foram incorporados as três versões do Campione, o 3.25, 3.45 e 3.65. Como em 2005, novamente a Uruburetama acabou ficando com veículos que serviram de demonstração do novo modelo.

Desta vez, foram incorporados 01 Campione 3.25 e 01 Campione 3.45, ambos Volkswagen 17-230 e 01 Campione 3.45 Mercedes-Benz O-500M, nas cores verde, vermelho e azul, respectivamente.
As três primeiras unidades do atual Campione, veículos usados pela Comil para demonstração
Inspirado na cor azul do O-500M, a empresa estabeleceu um novo padrão de cor da frota. O azul escuro predominante passa a ser substituído pelo azul mais claro, além do cinza aplicado ao nome e desenho na lateral próximo a traseira do veículo.
Algumas das recentes aquisições Comil: Campione 3.25, 3.45, 3.65 e Piá
As novas aquisições passam a ter a nova pintura, assim como os que já pertencem à frota, que estão sendo padronizados gradativamente com a nova identidade. Dentre as recentes compras, destacam-se o Campione 3.25 Volvo B270F, o Campione 3.45 com chassis Volkswagen 17-230 e OF-1722, Campione 3.65 O-500R e os micros Piá com chassis Volkswagen 9-150.

Um comentário:

  1. Os usuários da Rota 33 - SEPLAG/CAMBEBA vem através desse comentário elogiar a presteza, cordialidade e responsabilidade que o motorista Felipe, possui nosso traslado casa/trabalho e vice versa. Estávamos apreensivos pela mudança ocorrida de Empresa. Mas, graças ao carisma e atenção do motorista supracitado fomos surpreendidos de maneira satisfatória. Parabéns a Empresa Uruburetma.

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados