terça-feira, 25 de novembro de 2014

Cinco anos sem o Expresso Ipu Brasília

Por Fortalbus
O verde e o amarelo que traduzia uma das pinturas mais bonitas entre as empresas cearenses, completa neste mês cinco anos de ausência no transporte intermunicipal de passageiros do estado. Pioneira na ligação entre o município cearense de Ipu e a capital federal, fez da sua primeira linha o seu próprio nome, tradição que resistiu no segmento por mais de 30 anos.

Há cinco anos, foi feito a ultima viagem da Ipu, ônibus que saiu da capital cearense com destino a cidade litorânea de Camocim, distante 350 quilômetros de Fortaleza.

Confira o relato do ultimo dia de operação da saudosa Expresso Ipu Brasília:
“A recepção na chegada do guichê do cantinho foi de choro durante todo o dia pelos funcionários da Ipu Brasília, o último ônibus que saiu da capital cearense, deixou o terminal principal da cidade às 21 horas em ponto. Um a um desde a manhã os funcionários foram passando e se despedindo dos colegas. O último motorista camocinense a deixar a rodoviária foi o Sr. Joaquim que dirigiu o ônibus que faz a linha Fortaleza-Camocim, com horário de saída às 15 horas e 30 minutos.
Embarque no Terminal Rodoviário de Antônio Bezerra (Camocim Online)
A cada telefonema recebido, uma mensagem de apoio e as lágrimas desciam das atendentes do guichê. Quem buscou comprar passagem para dia seguinte, era encaminhado para o guichê da Guanabara Express. Às 20:45h é dada a última informação, depois apenas o olhar distante da atendente, um olhar meio perdido, já que o destino dos funcionários é incerto. Durante alguns minutos antes do embarque era possível ouvir os comentários entre os passageiros. Chegava ao fim a era Ipu Brasília, empresa que ligou Camocim-Fortaleza durante três décadas...”

Um comentário:

  1. A pior coisa que o governo cearense fez foi deixar os passageiros na mão da Guanabara. Um verdadeiro absurdo.

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados