sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Fortaleza: Corredor BRT Antônio Bezerra/Centro deve ficar pronto em agosto

Foram 17 meses de período educativo e status de preferencial, nenhuma notificação e muito desrespeito. As faixas para ônibus, vans, táxis e transporte escolar na avenida Bezerra de Menezes tonaram-se exclusivas há uma semana e, dentro de 22 dias, quem não obedecer à sinalização, será multado em R$ 53,20. As mudanças são um aquecimento para implantação, em agosto, do primeiro corredor exclusivo de transporte público da Capital, que ligará o terminal do Antônio Bezerra ao Centro. O percurso de 8,2 km passará por oito vias, contará com 28 estações especiais e ainda precisa de adequações.

O movimento de carros particulares nas duas faixas da direita é menor do que em agosto de 2012, quando as listras azuis foram pintadas na Bezerra de Menezes. A velocidade média atual dos coletivos, conforme a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), é de 16 km/h, chegando a alcançar até 22 km/h - o ideal é 24 km/h. Mas também ainda é possível ver carros estacionados em áreas proibidas, ônibus ultrapassando fora da delimitação e usuários reclamando da divisão das paradas em três grupos (BRS 1, BRS 2 e BRS 3).

A expectativa é de que tudo melhore após o início da aplicação de penalidade, apesar de não haver estudos sobre a ocorrência de desrespeito ou reclamações sobre as faixas até aqui. “Depois do anúncio de que iam multar, já melhorou uns 80%”, analisou o taxista José Fernandes, 58. Hoje, é fácil perceber na avenida carros com as sinaleiras piscando, um aviso de que a intenção do motorista não é permanecer em local proibido. “Do jeito que está é bom, mas a gente sabe das dificuldades dos carros que querem dobrar à direita”, acrescentou.

Estrutura
Uma das principais características do corredor exclusivo BRT é exatamente trazer os coletivos para a faixa esquerda, junto ao canteiro central. No percurso entre o terminal e o Centro, entretanto, apenas quatro das oito vias possuem a estrutura que separa os dois sentidos. Será nesses espaços onde a maioria das 28 estações será construída (nas avenidas Mister Hull, Bezerra de Menezes, Justiniano de Serpa, Domingos Olímpio, Tristão Gonçalves - sem canteiro - e Imperador). Três dessas avenidas ainda precisam ter seus canteiros, calçadas e pavimento readequados. 

Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), as estações serão instaladas conforme a demanda de passageiros de cada local, com dimensões que variam entre 20,60m X 2,70m e 13,0m X 2,70m. Nos canteiros que possuem ciclovias e paisagismo, a intenção é separá-los por cercas vivas, meio-fio ou gradis. Não haverá implantação de mais ciclovias (além das existentes na Mister Hull e Bezerra de Menezes) até a conclusão do Plano Cicloviário Integrado de Fortaleza. 

O “treinamento” para a prioridade ao transporte coletivo na Bezerra de Menezes precisará ser estendido para as outras vias, que ainda não apresentam condições estruturais. Percorremos as ruas e avenidas que receberão o corredor exclusivo. Em cinco, o espaço reservado ao transporte público será uma novidade, enquanto nas outras três, mesmo sem nenhum tipo de fiscalização, as faixas preferenciais, embora não respeitadas, já são uma realidade. 

Saiba mais 

* As vias Padre Ibiapina, Pedro Pereira, Duque de Caxias e Padre Mororó, todas no Centro, possuem trechos de BRS. 

* BRS significa Bus Rapid System (Sistema Rápido de Ônibus, sigla em inglês). São corredores preferenciais para transporte coletivo, sem segregação da via e com embarque e desembarque do lado direito. 

* BRT significa Bus Rapid Transit (Sistema de Trânsito Rápido, sigla em inglês). São corredores exclusivos para o transporte coletivo, com segregação da via e embarque e desembarque do lado esquerdo. 

* A fiscalização na Bezerra de Menezes é feita por câmeras que fazem a leitura das placas dos veículos que trafegam nas faixas exclusivas. 

* A Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) ainda não sabe informar quando e onde serão instalados os equipamentos nas outras vias do corredor. 

* Na Bezerra de Menezes passam 273 veículos por dia (ônibus e vans), de 22 linhas, que transportam 136 mil passageiros. 

* O corredor Antônio Bezerra/Centro deverá ser estendido até o terminal do Papicu em 2015.
Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados