sábado, 25 de janeiro de 2014

Fortaleza: Subsídio à gasolina pode aumentar as passagens do transporte coletivo

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), empresário Dimas Barreira, realizou um alerta de que o governo federal está pensando em aumentar o subsídio da gasolina, para reduzir o do óleo diesel, com o objetivo de salvar a Petrobras e controlar a inflação. Ele observou, ainda, que a medida - se efetivamente colocada em prática -, vai causar impacto nos custos do transporte coletivo de Fortaleza. “Isso vai prejudicar o usuário do sistema, porque terá uma passagem mais cara devido ao repasse do aumento, pois isso deverá ser feito de qualquer maneira”, afirmou. 

Disse, ainda, que havendo aumento do preço do óleo diesel vai haver impacto nas mercadorias que são transportadas em caminhões, envolvendo a cesta básica do trabalhador e outros produtos de primeira necessidade. “Eles (governo federal) querem diminuir o aumento da gasolina através de uma elevação maior do diesel e isso é castigar o usuário do transporte coletivo, metendo a mão no seu mirrado bolso”, lamentou. O sindicalista lembrou que a passagem de ônibus custa, hoje, R$ 2,20 e vai continuar nesse preço, pelo menos até o mês de novembro. 

Levantamento
Naquela oportunidade, haverá um levantamento dos custos para ver se terá aumento, ou não, das tarifas, assunto que será discutido com as autoridades municipais. “Se Deus permitir, até novembro não deverá acontecer nenhuma anormalidade, ou algum fato inesperado, para que seja necessário aumentar o preço da passagem de ônibus em Fortaleza”, ressaltou o presidente da entidade. 

Dimas Barreira elogiou a ação da Prefeitura de Fortaleza de fazer a retomada do corredor de ônibus da Avenida Bezerra de Menezes. Ele destacou que a faixa exclusiva de ônibus já estava feita, mas não funcionava, por falta de fiscalização em cima dos automóveis que faziam o uso indevido da mesma. Ele reconhece que o trânsito está ruim para todos, mas observa que, pelo menos os ônibus, têm que ter mais espaço, para diminuir o tempo das viagens.
Fonte: O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados