sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Fortaleza: Usuários dizem que número de vans reduziu após Bilhete Único

Das cerca de 1,5 milhão de integrações realizadas mensalmente com o uso do Bilhete Único na Capital, 7,6% (115 mil) foram feitas no transporte público alternativo. De acordo com usuários ouvidos pela reportagem, em pontos de parada de cinco avenidas movimentadas da Capital, após o início da integração, há 45 dias, a frequência de passagem das topiques aumentou. Tem passageiro esperando até uma hora para embarcar.

“Os dois últimos carros da número 12 não passam mais depois das 23 horas. Vejo muita gente ficar no meio da rua, precisando de mototáxi ou táxi para ir embora”, contou Valéria Viana, proprietária de um comércio em frente ao shopping Iguatemi. Conforme ela, a explicação dada por motoristas e cobradores é de que “a empresa faliu e não quer botar mais carros para rodar”. A estudante Delvineide Leite, 32, usa a linha 12 e confirmou a queixa de Valéria. “A quantidade de usuários eu acho que não aumentou, mas a demora com certeza”.

O funcionário público Francisco Antônio Medeiros, 57, também acredita que a quantidade de vans diminuiu e atribui isso ao prejuízo que a integração pode ter gerado aos empresários. “O faturamento das empresas de vans e ônibus com certeza diminui com a aplicação do Bilhete Único. Com isso, os empresários estão colocando menos carros nas ruas”, afirmou. 

Nos fins de semana, segundo os usuários, a frequência é ainda menor. A operadora de telemarketing Alessandra Vidal, 35, disse que a linha 55 chega a demorar até uma hora para passar, principalmente aos domingos. “Antes passava com mais facilidade, em 20, 30 minutos. E já ouvi muita gente reclamar”.

Motoristas
Ouvimos ainda três motoristas de vans, que indicaram um aumento de até 30% de usuários após a integração do Bilhete Único ao sistema e atribuem a quantidade menor de carros à manutenção. “Nessa linha (ele pediu para não identificar o número), tem pelo menos uns quatro carros no conserto”, disse um motorista, que trabalha há sete anos no sistema complementar. Outro motorista afirmou que dois carros que fazem a mesma linha que ele e que deveriam estar nos horários à sua frente, não estavam rodando. “Tem menos carros nas ruas, com certeza, por isso o passageiro está esperando mais”.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados