sábado, 19 de abril de 2014

Estrangeiros que moram em Fortaleza avaliam o nosso transporte coletivo

Você já tentou pensar Fortaleza pela ótica de um estrangeiro? Entrevistamos alguns estrangeiros que vivem em Fortaleza, para saber como eles avaliam diversos serviços que há na cidade. Eles são da Espanha, Cabo Verde, Argentina e Colômbia. Enquanto os estrangeiros apontaram problemas nos transportes públicos, elogiaram serviços de entretenimento e cultura, além da hospitalidade do povo cearense. 

Amparo Cisneros Garcia(espanhola): “O transporte público é uma das piores coisas que tem na cidade. Muito caro, sem ar acondicionado, sempre lotado e muitas dificuldades para receber as carteiras de estudantes”. 

Andy Monroy Osório(cabo-verdense): “Se existe algo em que deveria ser urgentemente melhorado é o transporte público. Nunca conheci ninguém que gostasse de andar de ônibus aqui em Fortaleza, nem eu! Independentemente do horário do dia, quase sempre os coletivos estão lotados. Talvez seja impressão minha, mas as pessoas nos ônibus são pouco gentis. São raras as vezes que pessoas seguram mochilas e sacolas das outras. Isso me entristece” 

Iclo Estrada Alvarado(colombiana): “O transporte público é quase uma tortura para o usuário. O ônibus é o mais estressante, muitas horas esperando na parada, muitas horas em pé porque o ônibus está lotado e o trânsito está horrível, o calor e o cheiro dentro são ruins também. Os táxis são muito caros e na verdade não sei se é muito seguro usar o serviço de mototáxi”. 

Luciano Garcia(argentino): “A rede de ônibus conecta facilmente a cidade, mas nos horários de pico fica muito lotada e os engarrafamentos são um problema. Acho que o metrô poderia ser uma boa solução, ainda insuficiente e ninguém sabe quando vai estar pronto”. 

A Empresa de Trasporte Urbano de Fortaleza (Etufor) afirmou que a tarifa é considerada adequada e é “uma das mais baixas do Brasil”. A empresa também citou benefícios como Tarifa Social, Hora Social, Meia Passagem ilimitada e Bilhete Único. 

Sobre as lotações nos coletivos e a demora nas paradas de ônibus, a Etufor te disse que a Prefeitura trabalha para a implantação dos corredores exclusivos para ônibus e nesses locais serão utilizados “ônibus articulados, que irão ampliar a capacidade de passageiros”. Já sobre a solicitação de carteiras estudantis, o órgão comentou que “o prazo de entrega varia de acordo com a quantidade de demanda solicitada, mas normalmente é de 35 dias”.
Com informações: Verdinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados