quarta-feira, 2 de abril de 2014

Fortaleza: Rápidas do transporte

Vai um mergulho aí?
A maior chuva do ano registrada na última segunda-feira (31) trouxe problemas em vários pontos da cidade. Entre eles, o "mergulho" (ou túnel, como queiram) do Mondubim, na Avenida Perimetral, ficou - mais uma vez - alagado. Se transformou em um verdadeiro piscinão. Não restou outra alternativa, a AMC teve que interditar o local até que a água baixasse (o que não aconteceu até ontem, segundo jornais). Coletivos que trafegavam por ali tiveram que desviar suas rotas pelo Conjunto Esperança, adicionando mais dez minutos ao tempo de viagem (pelo menos à noite). Em meio a tantas obras voltadas à mobilidade (mais pra carros do que para outros modais), fica a cisma de que o exemplo do famigerado túnel possa se estender às demais intervenções viárias.

Piso baixo e ar condicionado para Fortaleza
O presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, concedeu entrevista ao programa Expresso em Pauta, apresentado pela jornalista Kézya Diniz, na Expresso Somzoom Sat, também na última segunda.De acordo com o empresário, os novos ônibus articulados que deverão chegar na capital nos próximos meses serão de piso baixo, ou seja, sem degraus, e equipados com ar condicionado. Anunciou, também, a aquisição de veículos da classe padron, que se tratam de ônibus com motorização traseira ou central, além de suspensão pneumática e câmbio automático, proporcionando o mínimo de conforto aos operadores e usuários.

Quanto aos próximos corredores destinados aos coletivos, posicionados junto ao canteiro central, que serão inaugurados mais adiante, Dimas afirmou que tais equipamentos funcionarão de maneira que atendam às necessidades tanto dos articulados, que terão portas dos dois lados, como dos ônibus convencionais, portas apenas do lado direito, indicando que não haverá a necessidade de adaptar os últimos com portas do lado esquerdo. Apesar de não definir como será tal sistema de embarque e desembarque nos corredores, esta seria uma maneira "mista" de funcionamento, mas a intenção é priorizar totalmente a passagem dos ônibus da capital. Será que vem contra-fluxo por aí?
Por Marcelo Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados