quinta-feira, 3 de abril de 2014

Fortaleza: Sobreposição das rotas de ônibus e vans são 95% semelhantes

Inicialmente criado para abastecer o sistema regular de ônibus, levando passageiros de bairros periféricos aos pontos de embarque nos grandes corredores, o transporte complementar de Fortaleza vem deixando de executar sua função. Devido à falta de integração na rede de transporte público, as vans passaram a operar nos mesmos trajetos que as linhas de ônibus em vias de maior fluxo, desassistindo as secundárias. Conforme o plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), da Prefeitura, o nível de sobreposição entre o transporte regular e o complementar da Capital é de 95%. 

Hoje, Fortaleza conta com 16 linhas de vans, as quais conduzem, diariamente, cerca de 150 mil pessoas. Segundo o plano, que pretende criar ações para dar mais fluidez ao trânsito da cidade, as linhas têm níveis de sobreposição que variam de 31% a 89%. A 711, que faz o percurso Barra do Ceará-Cais do Porto, é a que mais compete com o sistema de transporte regular. Ela tem 89% de sobreposição com o ônibus Grande Circular, mas também faz trajeto semelhante à linhas Beira Rio e Cuca Barra/Papicu. 

Em segundo lugar, está a Linha 705, Canindenzinho/Iguatemi, cuja rota sobrepõe-se à das linhas Castelão/Parangaba/SP1, Grande Circular I e Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu. Com esta última, o nível de sobreposição chega a 74%. 

Ambas as linhas de vans fazem parte do projeto-piloto do Paitt, que tem por meta redesenhar as rotas do sistema complementar de modo que este volte a dar conta da demanda de passageiros. Além delas, está inclusa a 757 (VilhaVelha/Centro), com sobreposição de 58% em relação às linha Conjunto Ceará/Aldeota, cobrindo também quase o mesmo percurso da Antônio Bezerra/Mucuripe, a Jardim Guanabara/Nova Assunção I e a Quintinho Cunha/Centro.
Com informações: Diário do Nordeste

Um comentário:

  1. o sistema alternativo só existe por causo do fracaso do sistema regular

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados