terça-feira, 8 de abril de 2014

Função Motorista de ônibus - Parte 2

Por Rafael Fontenele
Nos últimos anos, os jornais têm divulgado o aumento no número de ocorrências de transito que envolvem ônibus em nossa Capital. Lembro-me bem, que em Janeiro de 2012, estávamos em frente ao portão de entrada e saída dos ônibus na Rodoviária Eng. João Thomé, local muito comum onde batemos fotos, quando um ônibus atingiu outro com bastante violência, vindo a ferir 15 pessoas.

De lá pra cá, também cheguei a presenciar outro na Avenida Bezerra de Menezes quando três ônibus vieram a colidir, ocasionando um grande congestionamento. O motivo foi o excesso de velocidade praticado por um dos motoristas que já era conhecido no meio do transporte como irresponsável.

Dirigir um veículo em via pública, principalmente se for do tipo pesado, deve ser feito de forma consciente não só em relação ao veículo, mas bem como em relação a si próprio, pois tudo depende da atitude que tomamos durante a jornada. Se estas forem erradas tais como fechar cruzamentos impedindo a passagem dos demais veículos ou realizar ultrapassagens em locais indevidos, pode vir a arriscar a vida das pessoas ao redor.

A melhor forma de se dirigir é usando a sabedoria, sem grandes abusos e desrespeito com as pessoas envolvidas. Deve-se planejar as ações com antecedência, aplicando a habilidade e aptidão afim de não se envolver em acidente e sempre obedecendo as legislações de transito. Desta forma, o profissional passará a ser respeitado e principalmente valorizado por suas atitudes.

Existem 03 passos que o motorista deve seguir para não se envolver em acidentes, são eles: Prever, Raciocinar e Agir. Prever um acidente ou ações bruscas de terceiros; Raciocinar para encontrar soluções rápidas para os imprevistos do transito; Agir tomando uma atitude imediata, evitando assim o acidente. Dirigir sempre de modo prudente é um bom começo para ser um bom profissional da direção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados