quinta-feira, 12 de junho de 2014

Fortaleza: Nova frota de ônibus atrai atenção dos usuários

Por Fortalbus
Já bem acostumados a identificar sua condução diária pela tradicional cor azul, afinal, são vários anos com a mesma pintura, o fortalezense que utiliza os coletivos da cidade começam a notar uma nova padronização visual em seu transporte.

Por enquanto, ainda são poucos os veículos com nova pintura habilitados a rodar, mas nesta semana, a São José Transporte Urbano, primeira empresa a receber e colocar nas ruas a novidade, escalou para operação sua mais recente aquisição do ano, os ônibus Neobus Volkswagen com as cores da nova padronização.
Foto: Amós Mattos
Semanalmente, as empresas permissionárias incluem novos ônibus para o transporte da população, o que faz de Fortaleza a capital com uma das frotas mais novas do País. Agora, um detalhe evidencia ainda mais ao usuário esta renovação constante, pois as novas cores acabam atraindo a atenção das pessoas dentro e fora do veículo.

A experiência pôde ser observada na ultima noite de quarta-feira (11), em plena hora do rush no terminal Lagoa, quando um dos novos ônibus de prefixo 12457 e que fazia a linha 83, movimentava-se entre as plataformas. A primeira e mais ouvida exclamação era: “Ônibus novo”, além de vários olhares curiosos que arrancavam até mesmo alguns elogios para o veículo.

Talvez se tivesse a padronização anterior, muitos desses passageiros nem sequer notassem alguns detalhes a bordo do novo ônibus. Além da pintura, os veículos trazem acessórios que podem ser considerados como melhorias para o nosso transporte, tais como as poltronas mais confortáveis, iluminação em led igualmente distribuída e piso diferenciado que reduz ruídos, além de um motor ecológico e bem menos poluente que contribui para a melhoria do ar em nossa metrópole.

Outros ônibus em operação
Desde o inicio do mês vem circulando em nossa cidade os ônibus com as cores da nova padronização do transporte urbano de Fortaleza. O primeiro ônibus foi de prefixo 12217 que pertence a São José Transporte Urbano, primeira empresa do SIT a receber unidades com o novo visual. Este carro foi o primeiro veículo repintado com a nova padronização. Com um visual moderno e de fácil identificação, a pintura prioriza a redução de custos e a facilidade de reparos, adequando-se aos principais modelos e configurações produzidos para o segmento urbano.

A Empresa Santa Maria também colocou em operação os primeiros micros da cidade com a nova padronização do sistema urbano. As duas unidades de prefixos 20451 e 20484, são Mercedes-Benz LO-916 e possuem carroceria Marcopolo Senior, sendo equipados com elevador na porta de desembarque instalada após o eixo traseiro. O modelo possui ainda itinerário eletrônico de led para identificação lateral. Novo micro em operação na linha Rodolfo Teófilo/Bezerra de Menezes, tem outra novidade é a nova logomarca da Empresa Santa Maria, que aproveita a nova roupagem da frota urbana para uma atualização da sua logomarca.

Outras empresas com veículos da nova padronização em suas frotas
A Aliança Transportes, que em mais um ano, inclui veículos Caio em sua renovação anual, mantendo assim, o compromisso de investir continuamente na qualidade dos seus serviços de transporte coletivo. Estes também são as primeiras unidades do novo Apache Vip III na Empresa, que desta vez, trouxe encarroçados no chassi Volkswagen/MAN 17.230. Há 13 anos fazendo parte do cotidiano dos fortalezenses, a Aliança é referência no transporte coletivo da cidade, destacando-se também como uma das melhores empresas para se trabalhar, sendo uma das eleitas no Prêmio Great Place to Work nos anos de 2012 e 2013.

A Viação Santa Cecília, que neste ano escolheu para sua renovação anual o modelo Gran Via Midi, produzido pela Mascarello. As primeiras unidades 2014 já trazem as cores da nova padronização de Fortaleza e poltronas com almofadas. Neste ano, ao contrário dos anteriores, os novos Mascarellos vem com chassis Volkswagen 17.230 Euro 5, chassi equipado com sistema EGR de tratamento de gases e que não requer utilização de Arla 32. Com a chegada dos novos ônibus, a saída dos veículos com mais tempo de atividade irá reduzir a idade média da frota.

Um comentário:

  1. E o piso baixo, senhores? Tenho 29 anos e mesmo sem nenhuma necessidade de acessibilidade tenho dificuldades de embarcar. Imagine pessoas mais velhas e crianças. Já que é transporte coletivo, vamos pensar nas pessoas antes de pensar em melhor equipamento do ponto de vista de reparos e características afins...

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados