quinta-feira, 31 de julho de 2014

Fortaleza: Instalação do BRT na Bezerra de Menezes é prorrogada para outubro

Três pontos da avenida Bezerra de Menezes passam por obras para instalação das paradas de ônibus no canteiro central. Os serviços ocorrem para viabilizar o BRT (Bus Rapid Transit, do inglês) da via, que ligará o Terminal do Antônio Bezerra ao Centro por faixa exclusiva de ônibus. O sistema deve funcionar em outubro, segundo o titular da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), Samuel Dias.

Conforme cronograma anunciado há dois meses, no início dos trabalhos, o sistema funcionaria já em setembro. Segundo Dias, houve readequação do prazo porque alguns serviços só puderam ser avaliados com a obra iniciada. “Nos dois primeiros trechos, definimos a fundação das paradas e o tipo de drenagem que usaríamos nas demais. Isso demandou tempo”, justifica o secretário.

O canteiro central da avenida receberá dez paradas, cinco em cada sentido. Os espaços funcionarão como pequenos terminais, onde o passageiro escolherá qual veículo expresso pegará. Os ônibus vão circular por duas faixas da esquerda, sem disputar lugar com carros de passeio e outros transportes.

Dez veículos adaptados (articulados e com portas do lado esquerdo) dividirão espaço com outros 238 ônibus convencionais na primeira fase de instalação do sistema. Os veículos normais deverão entrar no canteiro central para desembarcar passageiros, já que não permitem o acesso pela esquerda.

Com trechos das obras separados por tapumes, só estão livres para trânsito duas das quatro faixas da avenida. Nesses pontos, pedestres e ciclistas dividem a mesma calçada por conta das intervenções. “É preciso passar por esses transtornos para ver a obra concluída. A complicação é momentânea”, pondera o pedestre Alfredo Bastos, 58. Para o aposentado, o BRT da avenida deveria funcionar há muito tempo, para evitar os prejuízos sofridos pelos comerciantes da via.

A drenagem de dois trechos da obra - em frente à sede da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e ao Colégio Master - já foi concluída. Os espaços agora vão receber nova pavimentação e “ilhas”, onde as estações de metal serão instaladas. Já no terceiro ponto, próximo à Igreja São Gerardo, os serviços começaram na segunda.

“As duas paradas iniciais demandam mais tempo, por causa das definições pendentes antes do trabalho em campo. Isso já era esperado. Agora os serviços devem seguir num ritmo mais rápido. Inclusive, a expectativa é que mais operários integrem à obra na próxima semana”, afirmou Dias.
Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados