terça-feira, 15 de julho de 2014

Fortaleza: Topiques passam a entrar em terminais; passageiros ainda estão céticos com as mudanças

O primeiro dia de funcionamento das vans do transporte complementar dentro dos terminais de ônibus da Capital ocorreu com tranquilidade. Entretanto, os passageiros são céticos com a mudança e preferem esperar para ver os benefícios da nova estratégia. Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), a medida, que começou ontem, é a primeira de uma série de modificações para o transporte público que ocorrerão ainda este ano.

A decisão de colocar as vans nos terminais em substituição aos ônibus com menos passageiros foi anunciada na semana passada pela Prefeitura e, desde então, os passageiros vêm sendo informados e poucos foram pegos de surpresa.

Para a costureira Socorro de Sousa, a mudança é bem-vinda, mas deve ser duradoura. "Se continuar com os ônibus e as topiques será bom", disse. Para ela, o transporte alternativo tem a vantagem de ser mais rápido. O eletricista Cláudio Façanha pensa parecido. "A gente espera que melhore o tempo de espera pelo transporte, porque, quando era ônibus, era praticamente de hora em hora que passava".

Segundo o presidente da Etufor, Antônio Ferreira, com oito das 16 linhas de vans entrando nos pontos de integração, as topiques irão se tornar de fato transportes complementares. E com o aumento do número de veículos atendendo a mesma linha, o tempo entre eles deverá ser reduzido. Como exemplo, o gestor citou a linha 318, agora operando no Terminal da Lagoa. "Ela era operada por três ônibus e passa a operar com quatro vans. O objetivo é diminuir o tempo de espera do usuário", explicou.

A Linha 394 (Parque Universitário / Lagoa I) também passa a contar com três vans no lugar dos dois ônibus. "O tempo de espera do usuário nessa linha era de 20 minutos e passa a ser de 12 minutos. Na outra, que era 12 minutos, passa a ser nove minutos", afirmou.

Ferreira disse ainda que a operação é experimental e poderá sofrer ajustes. "Estamos avaliando, monitorando a demanda, e se for necessário, a gente aumenta a oferta", acrescenta. Por enquanto, apenas três terminais recebem as vans: Lagoa, Conjunto Ceará e Antônio Bezerra.

Houve também uma substituição de van para ônibus. A linha Barra do Ceará / Cais do Porto, antes feita por dez topiques agora passa a ter 14 ônibus.

Corredores
De acordo com a Etufor, outras mudanças no transporte público deverão ocorrer ainda este ano, como a implantação do corredor expresso na Avenida Bezerra de Menezes.

Antônio Ferreira informou ainda que outras alterações de linhas devem acontecer. "Neste primeiro momento, é só substituição de equipamento, mas tem linhas no nosso estudo que vão mudar alguma rota. Isso está sendo avaliado". Segundo Ferreira, a linha complementar Vila Velha / Centro, que percorre a Bezerra de Menezes, sofrerá ajustes. "Essa linha não pode competir com uma que sai do terminal até o Centro, com um ônibus de 19 metros com ar condicionado".

Linha do Binário inicia rota
O primeiro dia de funcionamento da linha de ônibus que atende a região do Binário da Aldeota ocorreu sem transtorno, mas com muita desinformação pela maioria dos usuários do transporte coletivo. A rota 914 - Binário Circular iniciou a operação, ontem, em deslocamento pelas avenidas Dom Luis e Santos Dumont, com tarifa diferenciada de apenas R$ 0,40 a inteira e R$ 0,20 a meia passagem, além da possibilidade de integração com o Bilhete Único.

O itinerário passa pela Avenida Jangadeiro, Rua Júlio Abreu, Avenida Dom Luís, Rua Tenente Benévolo, Avenida Rui Barbosa e Avenida Santos Dumont, repetindo de forma circular o percurso. No entanto, no fim da tarde de ontem, quando o movimento nos pontos de ônibus era intenso, poucas pessoas sabiam da nova linha e se utilizaram dela.

Quem experimentou, aprovou. A analista de sistema Thais Carneiro, 25, que trabalha no Shopping Aldeota e mora na Avenida Tenente Benévolo, diz que a linha serviu bem, pois considera o trajeto perto demais para gastar com uma passagem no valor comum e perigoso para ir a pé. "Além disso, a cidade é quente, às vezes você vai resolver algo em um banco e não quer ir andando. Por mais que seja uma linha curta, ela atende uma área muito comercial, então foi muito útil", considera.
Fonte: Diário do Nordeste

2 comentários:

  1. PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: por que uma MINI BUS que transporta 30 passageiros leva dois trupulamtes digo COMDUTOR E COBRADOR. , e os ,MICRO E MIDI BUS que levam respectivamente 35 e 45 pessoas tem um tripulante. digo CONDUTOR /COBRADOR. com o exposto fica a pergunta : Haverá demissão em massa nas topics ou contratação para suprir a carencia de cobtadores no MICRO E MIDI BUS que são bem maiores mas pertencen ao SINDBUS digo as empresas filiadas?

    ResponderExcluir
  2. Estou na duvida : será que os medios bus que substituem as topics na linha 11 São de 2 ou 3 portas
    pois devido os mesmos não entratem em terminais seria de bom proveito se ganhar 4 assentos nos referidos veiculos de 2 portas e colocando o elevador na porta trazeira que toma muito menos espaço.?

    ResponderExcluir

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados