segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Clotran: Um breve relato de sua existência no transporte coletivo

Por Fortalbus
A Empresa iniciou suas atividades no começo da década de 1970 com José Sabóia Bezerra, porém só veio registrá-la como Clotran apenas em janeiro de 1974, juntamente com o empresário Clóvis Nogueira Bezerra, seu filho.

Bem antes, por volta de 1958, o fundador José Sabóia começou a operar no transporte coletivo de passageiros em Fortaleza, como firma individual e nome fantasia de Empresa Sabóia, nas linhas Pan Americano, Antônio Bezerra, Alto Alegre e Genibaú.

Com a fundação da Clotran Transportes Ltda em 1974, passa a operar em linhas urbanas na capital cearense como a Av. Expedicionários/Via José Walter. Em 1978, Idemar Citó e Gláucia Maria Citó passam a fazer sociedade na Empresa.

José Sabóia e Clóvis Nogueira permanecem na Clotran até 1986, quando assume uma nova diretoria, fazendo parte os empresários Raimundo Feitosa, Mauro Petri Feitosa e Ferruccio Feitosa. Com a reformulação da Empresa, a sede transfere-se da Avenida Godofredo Maciel para a Avenida João Pessoa.
Tauatur

Inicialmente investiram na recuperação e ampliação da frota, que naquela época possuía apenas 11 ônibus. Ainda naquele ano, os novos sócios fundam a Tauatur - Tauá Transporte e Turismo ou Petritur, empresa que atuava no fretamento de ônibus para viagens.

No final da década 80, os investimentos totalizavam uma frota com idade média de apenas 2 anos, uma das mais novas da época, servindo a população de Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza. Em 1989, a sede transfere-se da Avenida João Pessoa para o pujante município de Maracanaú.
Frota de 1991
Garagem Sede
No começo da década de 90, seguia o compromisso de renovação, somente no ano de 1991 foram adquiridos 18 ônibus novos, correspondendo a 50% da frota 0 km. Entre os carros novos, dois chassis Scania F-112. A preferência pelas carrocerias CAIO modelo Vitória, padronizava a frota da Clotran.

A sede administrativa e a garagem de manutenção também receberam melhorias, como a construção de um galpão nos moldes industriais, dormitório e refeitório para funcionários.

Em 1993, a Clotran inaugura sua filial no Cariri, importante região sócio - econômica do estado do Ceará. Seus ônibus passam a circular entre os municípios do Crato e Juazeiro do Norte.

A preocupação da Clotran em proporcionar um transporte de qualidade, fez nascer a Campanha Motorista Zero Acidente, no qual o trabalho e os esforços dos seus funcionários resultaram num total de 1095 dias sem acidentes no volante. No vigia traseiro dos seus ônibus estava a frase da campanha: “Motorista, sua melhor nota no trânsito é zero acidente”.

A Clotran adquiriu no inicio de 1999 os primeiros chassis Mercedes-Benz OF-1417 do Ceará, equipados com motor eletrônico e carroceria Ciferal Padron Cidade. Em fevereiro, a Clotran instala sua nova sede no Crato, contando com uma ótima estrutura física para oficina e administração.

A aquisição de 10 ônibus novos em 1999, entre eles os primeiros Volkswagen da Empresa, resultou na renovação de 25% da frota naquele ano. Algumas dessas unidades receberam uma pintura e operação especial da CBTU, com o inicio das obras do Metrô de Fortaleza, como o trem seguia apenas até a estação Aracapé, a Clotran e demais empresas ficavam responsáveis para atender os bairros e as estações seguintes.

Ainda em 1999, a Clotran conquistou o Certificado ISO 9002 e tornou-se a primeira empresa do Norte e Nordeste do Brasil a conquistar o título, segundo informações do Sebrae. Naquele momento a Empresa tinha uma frota de 40 veículos e um quadro funcional de 180 profissionais qualificados e comprometidos com a filosofia da empresa, estes funcionários contavam com benefícios e atividades ofertadas pela Empresa, como a Associação Beneficente dos Funcionários da CLOTRAN e variados tipos de cursos, além de atividades culturais para seus colaboradores.

A Clotran muda sua identidade visual no ano de 2002, adotando o amarelo com figuras que remetem a ligação entre Fortaleza e a cidade de Maracanaú, os micros modelo Senior inauguraram a nova pintura que trazia o mascote “Papa-Léguas”. Em 2004, a Clotran comercializou as primeiras unidades fabricadas do modelo Apache STD. Estes modelos foram encarroçados com chassis Mercedes-Benz OF-1418.
Micro ônibus Papa-Léguas e Apache STD na cidade do Crato

Por razões administrativas, em setembro de 2006, a Clotran concede suas linhas para a razão social denominada de Viação Azul S/A. As linhas transferidas foram: 151-Fortaleza/Conjunto Industrial, 324-Fortaleza/Conjunto Acaracuzinho, 350-Fortaleza/Conjunto Novo Maracanaú, 371-Fortaleza/Conjunto Planalto Cidade Nova (Via Montese e Ceasa) e 359-Corujão, além da linha do Cariri Juazeiro do Norte/Crato (Via São Benedito).

As linhas urbanas de Maracanaú como Circular e Jardim Jatobá permanecem com a Clotran até 2008, quando a mesma encerra suas atividades, transferindo suas linhas para a Via Metro, empresa formada por grandes empresários do setor de transporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados