sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Terminal Parangaba: 21 anos de integração com Fortaleza

Por Fortalbus
Inaugurado em Agosto de 1993, o Terminal de Integração da Parangaba foi o quinto terminal de ônibus entregue a população de Fortaleza pelo ex-prefeito da cidade Antônio Cambraia, como o novo Sistema Integrado de Transportes que havia sido inaugurado no ano anterior, à ideia dos terminais de integração estava a todo vapor. 

O terminal iniciou suas atividades com 23 linhas de ônibus que beneficiavam não só as pessoas que residiam na Parangaba, mas moradores de bairros como:  Conjunto Esperança, Maraponga, Castelão, Serrinha, Vila Betânia, Jardim Sumaré, Parque Veras, Alto da Paz, Parque São José, Parreão, Avenida dos Expedicionários/Vila União, Santa Tereza, Conj. Prefeito José Walter, Mondubim, Parque Santa Rosa, Aracapé, Parque Dois Irmãos, Vila Manoel Sátiro, “Campus” da UECE, Itapery e Itaoca. Além destas linhas alimentadoras, outras interligavam este terminal com os outros terminais de integração bem como o Centro da cidade com linhas expressas e troncais.

Um ano após a criação do sistema integrado, Fortaleza já contava com os terminais de Antônio Bezerra, Messejana, Lagoa e Papicu. A previsão era entregar mais dois terminais ainda em 1993, o Conjunto Ceará ainda em agosto e Siqueira em setembro, porém, apenas Conjunto Ceará foi concluído, pois o Siqueira seria entregue apenas dois anos mais tarde.

Após 21 anos de inauguração, mais de 50 linhas de ônibus utilizam este terminal, o que fez com que inúmeros problemas aparecessem como a superlotação e do funcionamento além de sua capacidade, fato observado principalmente nos horários de maior movimento, os usuários convivem com problemas de insegurança, longo tempo de espera do transporte, desorganização das filas, aumento de pedintes e moradores de rua. Com o acúmulo de veículos nas plataformas, aumentou consideravelmente o desembarque fora das plataformas, prática que coloca em risco os pedestres que descem dos ônibus nos horários de maior movimento. 

No horário de pico, muito aperto e longas filas nas plataformas, pois a maioria dos pontos ficou ao lado de outras linhas já existentes, sobrecarregando o local que já não suporta a demanda crescente dos usuários. Antigamente, comentavam que o Terminal da Parangaba teria um projeto de ampliação e expansão, mas o tempo passou e no terreno foi construído um grande shopping. O que se viu foi a retirada de uma das plataformas para a construção de uma estação do metrô que fará a integração dos passageiros com o ônibus, melhorando assim a acessibilidade das pessoas que passam pelo local diariamente.

Atualmente, os números do Terminal de Parangaba impressionam pelo volume de funcionamento, são mais de 3700 viagens programadas durante um dia, para um total de 207 mil usuários que passam pelo local. É difícil perceber por muitas pessoas que passam pelo terminal, mas farmácias, lojas de conveniência, bancos, lotéricas, lan house e posto de atendimento ao estudante fazem parte do conglomerado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados