sábado, 6 de setembro de 2014

Fortaleza: Avenida Osório de Paiva ainda não recebeu mudanças previstas no Paitt

O trânsito na avenida Osório de Paiva deveria ter passado por mudanças há pelo menos dois meses, de acordo com o prazo inicial do Plano de Ações Imediatas em Transporte e Trânsito (Paitt). A ação da Prefeitura de Fortaleza, divulgada em março, previa intervenções na área como sincronização de semáforos, melhoria na sinalização e revisão do tráfego de veículos pesados. Motoristas e pedestres, porém, indicam que nenhum desses trabalhos foi realizado na via.

A Prefeitura tinha a expectativa de que as mudanças estivessem “completamente implantadas” até junho. O prazo, no entanto, foi alterado para agosto e, ainda assim, as melhorias não ocorreram. A avenida sofre com buracos e ondulações no pavimento e tem sinalização precária. É comum também perceber casos de desrespeito às placas de trânsito, como estacionamento em local proibido e retornos irregulares.

“Atravessar em faixa é impossível, porque elas não existem. Tem até semáforo de pedestre, mas a faixa não está sinalizada”, comenta a estudante Micaeli Fontenele, 16. Segundo o motorista Levy Andrade, 26, os congestionamentos na via independem do horário de pico. “A avenida precisa de mudança séria, porque está cada vez pior”, reclama.

Levantamento realizado na via pelo Paitt identificou quatro pontos críticos: a área que dá acesso ao Shopping Parangaba, os cruzamentos com as ruas Nereu Ramos e Luiz Vieira e a rotatória com Anel Viário.

De acordo com Arcelino Lima, secretário-executivo de Conservação e Serviços Públicos, a avenida ainda não recebeu as intervenções previstas porque outras prioridades do plano surgiram. Ele cita a instalação de faixas exclusivas para ônibus em vias prioritárias da Capital e o início do Projeto Via Livre, que prevê uso de orientadores terceirizados para agilizar o trânsito. Lima reforça que as duas ações contemplam a Osório de Paiva.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados