terça-feira, 7 de outubro de 2014

Fortaleza: Dados do Sindiônibus apontam mais de 1000 roubos a coletivos em 2014

Os assaltos nos terminais e dentro dos coletivos têm se tornado frequentes em Fortaleza. De acordo com os dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), foram registrados, de janeiro a julho deste ano, 1.149 roubos a coletivos.

Conforme o levantamento, em média, foram 5,42 assaltos por dia na capital cearense. Já no ano passado, o sindicato registrou uma média anual de 6,93 assaltos por dia.

Os usuários têm reclamado principalmente da insegurança à noite e a ausência de policiais e guardas municipais dentro dos terminais. Quem precisa ultilizar o serviço não pode desviar a atenção, pois todo cuidado é pouco. 

A estudante Larissa Ribeiro fala que os assaltos acontecem, principalmente, na hora de subir no ônibus "porque tem empurra-empurra e sempre tem alguém que está se aproveitando, nunca sabe se vai subir, é só pra puxar a sua carteira, a sua bolsa, o celular que tá no bolso", reclama.

De acordo com os usuários dos transportes coletivos, os assaltos dentro dos terminais têm se tornado frequentes. A população ressalta ainda que os assaltantes agem em grupos: quando eles não abordam nas filas, anunciam os assaltos dentro dos coletivos, durante o percurso.

A falta de segurança dentro dos equipamentos é a principal reivindicação dos usuários. Segundo Larissa, é no período da noite que os assaltos são mais frequentes e o policiamento é menor. 

Segundo a Guarda Municipal, algumas providências estão sendo tomadas para solucionar o problema. O inspetor Paulo Martins, subcomadante do Núcleo de Segurança nos Terminais, explica que existe um planejamento estratégico do órgão que pretende aumentar o efetivo que faz a segurança dos terminais a partir da finalização do concurso para a contratação de novos membros para a Guarda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados