sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Fortaleza: Sindiônibus sinaliza aumento de passagem

A data-base para avaliação do reajuste das passagens de ônibus de Fortaleza é previsto para novembro.  Segundo o presidente Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira, os insumos do setor, em dois anos, subiram várias vezes, obrigando uma reavaliação do preço cobrado nos coletivos. Atualmente, a tarifa custa R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia). O representante do sindicato sinaliza que no próximo mês o preço pode ser majorado.  O empresário não confirma o aumento, mas aponta que os custos não permitem mais a manutenção do valor.

Na avaliação de Barreira, o ideal para as empresas de ônibus e os usuários seria a manutenção do preço. No entanto, é necessário um equilíbrio entre os custos e a arrecadação do transporte público da Capital.  Para esse alinhamento, explica o empresário, é necessário que exista a compensação de algum modo por parte da Prefeitura de Fortaleza. “O momento para discutir essa questão com o prefeito Roberto Cláudio é no próximo mês e só quando isso acontecer é que se pode ter uma ideia se precisa ou não haver aumento do preço da passagem de ônibus”, pondera.

Alerta
Barreira assegura que tem que haver um equilíbrio nos custos, porque dentro de dois anos houve vários aumentos nos insumos e também na mão de obra. “Os custos da nossa área realmente galoparam e, por isso, vai ter que ser feita alguma coisa para que o preço da passagem não tenha que subir. O prefeito ainda não sinalizou como é que vai resolver essa equação”, observa.

Dimas Barreira viajou a Brasília para participar de reunião da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos para análise da conjuntura. Ele lembra que os ônibus articulados, primeira leva de oito, já estão chegando para ligar o corredor Antônio Bezerra ao centro da cidade.

Novos Corredores
O empresário afirma que na medida em que novos corredores sejam preparados apenas para o transporte coletivo, mais ônibus articulados virão operar em Fortaleza. Cada unidade desse tipo, conforme Barreira, custa cerca de R$ 800 mil, duas vezes e meia o preço de um ônibus comum, mas com a vantagem de ter muito mais conforto e transportar cerca de 150 passageiros.
Com informações: O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados