segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Produção de carrocerias de ônibus recua 20%

A indústria brasileira de carrocerias de ônibus acumula variação negativa de 20% na soma dos nove primeiros meses do ano na comparação com igual período de 2013, com total de 20 mil 871 unidades. A redução foi de 5 mil 122 ônibus.

Isoladamente o terceiro trimestre – julho, agosto e setembro – apresentou evolução de 7% sobre o segundo, com 7 mil 245 ônibus, mas 21% inferior ao mesmo período de 2013.

Em setembro a produção das sete empresas ligadas à Fabus, Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus, somou 2 mil 458 unidades, alta de 7% com relação a agosto e 17% inferior a setembro do ano passado. À exceção da Marcopolo Rio, que manteve produção estável, as demais tiveram declínio. A queda mais expressiva foi registrada pela Neobus, de Caxias do Sul, RS, com 48%.

Em nove meses o mercado interno absorveu 18 mil 441 ônibus, baixa de 21% sobre igual período do ano passado. As exportações também cederam, em índice menor: 12,5%, para 2 mil 430 unidades. Em setembro as vendas externas ficaram 8% abaixo do mesmo mês do ano passado, mas evoluíram 20% diante das de agosto, totalizando 286 unidades.

Por modelos de ônibus a linha urbana representa 59% do acumulado de nove meses, 5 pontos porcentuais acima do total do ano passado. Rodoviários tiveram recuo de 3 pontos, para 20,5%, e micro-ônibus de 1,5 ponto, para 13,5%. Intermunicipais ficaram estáveis em 7%.

Ao mercado externo a maioria das vendas é de rodoviários, com 60% do total até setembro, seis pontos acima do consolidado em todo ano de 2013. A linha de urbanos também cresceu de 21% para 24%. Já os intermunicipais cederam de 5% para 2% e os micro-ônibus de 19% para 14%.
Fonte: AutoData

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados