sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Assaltos a ônibus caem nos últimos dois meses na Grande Fortaleza

Depois de registrar 96 assaltos a ônibus na Grande Fortaleza, em setembro, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Fortaleza (Sindiônibus) contabilizou 102 ocorrências em outubro. Setembro segue como o mês com menor quantidade de assaltos a ônibus, seguido de outubro, mas em relação a 2013, há queda de 62,5% no período desses meses. 

Em setembro e outubro do ano passado, foram registrados 528 assaltos a ônibus, entre furtos e roubos (o Sindiônibus não discrimina as ocorrências). Nos últimos dois meses, foram 198 casos; nos nove primeiros meses do ano (de janeiro a setembro), a queda nas ações foi de 26% em relação ao mesmo período de 2013. Ao todo, 2.528 assaltos foram registrados em 2013; neste ano, o número já chega a 1.485. 

A queda de ocorrências, no entanto, ainda não é sentida pelos motoristas e cobradores de ônibus, conforme o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sintro), Domingo Neto. “Pra gente só aumenta, nossa categoria fica a mercê dos assaltantes que sobem nos coletivos fingindo ser passageiros”, opina.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que as ações da Operação Sombra, que integram a Operação Coletivo Seguro, segue concentrada na segurança de ônibus e vans. A ação, em parceria com o Sindiônibus e o Sindicato dos Permissionários do Transporte Complementar (Sindivans) conta com 88 policiais, que realizam abordagens e revistas.

No caso de assaltos, o Sindiônibus recomenda aos usuários que não reajam e evitem circular com dinheiro, optando pelo Bilhete Único. Confira sete recomendações para a se prevenir desse tipo de assalto, conforme o especialista em segurança do grupo GR, Samuel Washington: 

1. Não usar celular na cintura e/ou em bolsos. Segundo Samuel, essa prática permite que os assaltantes possam furtá-lo com facilidade. O ideal é colocar o aparelho no modo vibratório ou silencioso e nunca deixá-lo à mostra; 

2. Avaliar sempre se é realmente necessário levar o notebook ou o tablet do trabalho para casa ou vice-versa; 

3. Sentar próximo ao motorista ou cobrador, principalmente em ônibus com poucos passageiros; 

4. Evitar usar joias, relógios, roupas e outros objetos que pareçam de valor; 

5. Não carregar grandes quantias em dinheiro. Se houver necessidade, Samuel explica que o usuário do transporte coletivo pode dividir o dinheiro em várias partes da roupa, evitando colocar carteira ou dinheiro nos bolsos visíveis;

6. Não esperar os ônibus em paradas desertas e mal iluminadas;

7. No transporte público, evitar viajar em ônibus ou vagões vazios.

Assaltos em 2014
Jan - 230
Fev - 150
Março - 205
Abril - 136
Maio - 171
Junho - 152
Julho - 105
Agosto - 138
Set - 96
Out - 102
Total: 1.485 
Média mensal: 148,5
Média Diária: 4,95

Assaltos em 2013 
Janeiro: 181
Fevereiro: 186
Março: 220
Abril: 174
Maio: 183
Junho: 201
Julho: 255
Agosto: 211
Setembro: 258
Outubro: 270
Novembro: 200
Dezembro: 189
Total: 2.528
Média mensal: 210,67
Média diária: 6, 93
Com informações: Sindiônibus e O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados