terça-feira, 4 de novembro de 2014

Fortaleza: As inovações e soluções para melhoria do sistema de transporte coletivo

A cidade de Fortaleza está vivendo um novo ciclo na história do transporte, de acordo com avaliação do presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira. Em entrevista, ele falou dos desafios e novidades da mobilidade urbana da Capital.

“Em Fortaleza, eu vejo três ciclos muito claros na história recente do transporte. O primeiro foi o ciclo do transporte integrado, através dos terminais. Depois, veio o da desoneração tributária, que ajudou a baixar o custo do transporte. E agora nós estamos vendo nascer o ciclo da mobilidade, que é o desafio dessa década. As cidades estão parando e nós precisamos arrumar maneiras para as pessoas continuarem conseguindo chegar aos seus destinos”, avaliou.

Dimas acredita que a solução para o problema de mobilidade urbana é o transporte coletivo, principalmente levando em conta o crescimento da frota de veículos particulares (que normalmente são utilizados por só uma pessoa). Ele lembrou a diminuição na produtividade do sistema de transporte público: “você coloca cada vez mais frota, a frota de Fortaleza não para de aumentar, mas não para aumentar o serviço e sim para dar a mesma demanda, porque cada vez os ônibus vinham dando menos viagens“.

O presidente do Sindiônibus falou das soluções que estão sendo implementadas para resolver este problema: “o prefeito de Fortaleza começou a seguir essa rápida implantação de faixas exclusivas (para ônibus), já devemos fechar o ano com mais de 120 quilômetros de faixas exclusivas implementadas“. Segundo ele, essa estrutura deve duplicar a velocidade do sistema, em média.

Além disso, foi destacada a inclusão dos ônibus articulados à frota da cidade : “os primeiros oito veículos, que vão rodar no corredor do terminal do Antônio Bezerra até o Centro, são veículos articulados, com ar condicionado, transmissão automática, freio ABS, suspensão pneumática. As plataformas vão ser de embarque a nível. Tudo que há de mais moderno para conforto e segurança haverá nesse veículos”, frisou. “A partir do dia primeiro de dezembro, todo veículo que entrar em Fortaleza será com ar condicionado”, ressaltou Dimas.

Dimas ainda falou sobre o sistema do bilhete único, que possibilita maior integração das linhas de ônibus ao pagar uma única tarifa e funciona através de créditos em um cartão. Isso evita que o passageiro precise carregar dinheiro para usar o ônibus e diminui a quantidade de valores em espécie com o trocador.

Essa iniciativa desestimula os assaltos dentro dos ônibus, que, neste ano, diminuíram. Outra medida que visa a segurança nos ônibus foi a presença de câmeras de vigilância e o monitoramento via GPS dos veículos. Dimas esclareceu como funciona a parceria com o Ciops. “Nós temos uma pessoa dentro do Ciops acompanhando a nossa frota e a medida que tem algum problema ou denúncia de assalto, imediatamente uma viatura é chamada. Não é preciso ligar 190 ou esperar nada. Nós já tivemos abordagens em veículos que estavam sendo assaltados e, com 2 ou 3 minutos que o assaltante começou a agir, já chegou uma viatura e pegou o assaltante imediatamente”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados