segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Fortaleza: Bilhete Único deve desafogar os terminais de ônibus

Reforma e ampliação dos terminais, implantação do Bilhete Único e a delimitação de faixas prioritárias de ônibus são as saídas apontadas por gestores para desafogar os terminais e dar maior agilidade ao transporte coletivo de Fortaleza. Antônio Ferreira, presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) comenta que, desde que o sistema de integração por terminais foi inaugurado, em 1992, os equipamentos não passam por reformas. Em 2013, porém, com a implantação do Bilhete Único, o usuário não é mais obrigado fazer integração no terminal.

O benefício fez com que o índice de integração fora dos terminais saltasse de 1,2% no ano passado, para mais de 10% em 2014. Os terminais, contudo, vão continuar com a mesma função. Ferreira diz que, com o Bilhete Único, a tendência é que o número de usuários diminua - já que eles podem integrar fora dos terminais. A quantidade de linhas também tende a reduzir. Um estudo avaliando quais linhas podem ser seccionadas está sendo elaborado - o que deverá liberar os terminais e zerar o déficit de capacidade deles.

Em relação à desorganização nos equipamentos, o presidente da Etufor promete que será dada atenção maior às filas preferenciais. Segundo informa, 400 profissionais atuam organizando as filas. Mas salienta a importância das pessoas colaborem. "Todos os dias nós temos que estar conversando com as pessoas para que elas respeitem as filas".

Reforma dos terminais
Com exceção do Terminal do Conjunto Ceará - que não terá o seu espaço físico aumentado - todos os outros terminais de Fortaleza passarão por reforma e ampliação. O do Antônio Bezerra foi entregue em setembro deste ano. Conforme a Secretaria de Infraestrutura (Seinf), órgão responsável pela execução das obras, as intervenções no Terminal da Parangaba terão início no segundo semestre de 2015, com término no segundo semestre de 2016. A expectativa é de que o equipamento tenha a sua área ampliada em 81%, passando de 12.500 m² para 22.700 m². Serão investidos R$ 21,5 milhões.
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados