sábado, 27 de dezembro de 2014

Bilhetagem eletrônica no transporte coletivo facilita controle de custos

A bilhetagem eletrônica é um sistema de automação desenvolvido para integrar o cadastramento de usuários, o pagamento e a arrecadação de tarifas de passagens dos meios de transporte público. 

Seus progressos se fazem sentir em inúmeros aspectos, pois hoje, o cidadão dispõe para se locomover de uma rede integrada de transporte envolvendo linhas de ônibus, trens, metrôs e, em certas regiões, até barcas.

A tecnologia alcançada pelo Bilhete Eletrônico tornou possível a utilização de mais de um tipo de modal de transporte público por um mesmo sistema de cobrança rápido e eficaz, garantindo ao cidadão o direito de ir e vir de uma maneira bastante prática e econômica. Além de ocasionar a diminuição dos custos por conta das integrações tarifária e/ou temporal, a redução da quantidade de valores monetários que circulavam nos veículos contribuiu para que se aumentasse a segurança nas viagens – tanto isso é verdade que o número de assaltos diminuiu drasticamente após a implantação do Bilhete Eletrônico.
.
Por meio do funcionamento integrado desses dispositivos, é possível checar se os créditos estão sendo debitados e saber em que medida o funcionário está ou não utilizando seu benefício na ida e vinda do trabalho. Ter ciência se o empregado está subutilizando seus créditos, em virtude de eventual substituição do transporte coletivo por outras formas de locomoção que não empreguem o benefício (carona, bicicleta, veículo próprio, etc.) no trajeto residência-trabalho ou vice-versa, é de inquestionável importância, pois tem impacto direto nas despesas correntes da empresa. Caso se constate que um empregado não está utilizando 100% do seu vale-transporte, a empresa pode, naquele mês, creditar somente a quantia necessária para completar o valor total do benefício, já que não é obrigada a lançar o valor completo todo mês quando o vale-transporte não vem sendo usado integralmente pelo beneficiado.

Finalizando, a implantação da bilhetagem eletrônica gera subsídios para a extinção do mercado clandestino bem como garante maiores controles sobre a performance das operações de transporte. No que tange ao benefício vale-transporte, sistemas de comercialização e gestão integrados a bilhetagem eletrônica, proporcionam aos setores de RH das empresas maior comodidade, segurança e principalmente redução de despesas, atuando no controle efetivo dos itens necessários e suas respectivas quantidades a serem adquiridas, bem como a sua correta utilização por parte dos empregados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados