domingo, 21 de dezembro de 2014

Os novos rumos do mercado de ônibus no Brasil

O maior evento do segmento de ônibus no Brasil, a FetransRio 2014, exibiu diversas novidades e tecnologias. O público que compareceu ao evento pôde conferir de perto as principais novidades que as marcas preparam para o mercado brasileiro, em uma amostra do que o futuro reserva para o segmento no país.  Com o tema “Mobilidade Inteligente” a feira deste ano demonstrou que é cada vez mais evidente a preocupação das fabricantes com temas como sustentabilidade, mobilidade e acessibilidade na hora de desenvolver seus projetos. A busca por esses quesitos é real. As marcas não querem mais vender produtos simplesmente e, sim, oferecer soluções completas aos que consideram como parceiros. 

Enquanto os empresários do setor de transportes rodoviários buscam por eficiência, rentabilidade, aumento da competitividade e menor tempo de parada, os clientes querem viajar confortavelmente em um veículo com baixo nível de ruído interno e, mimos tecnológicos. Há até mesmo quem procure por iniciativas sustentáveis das empresas em seus sites, na hora de escolher em qual empresa vai viajar. Acredite! Essas são algumas das tendências do setor. Os ônibus, mesmo os do segmento urbano, estão passando por uma verdadeira revolução, e já não se transporta mais as pessoas como antigamente. 

As fabricantes apresentaram diversos lançamentos e novas tecnologias para o mercado brasileiro. A Scania apresentou sua linha 2015 de chassis, o novo pacote de serviços voltado à frota dos clientes, e tecnologias, que agora vão ser itens de série. 

Destaques para o mercado
A chinesa Build Your Dreams, BYD, exibiu o coletivo elétrico K9, montado sobre chassi Spartan K2. O ônibus já passou por testes em circulação no Brasil e tem piso baixo e rampas de acesso. O modelo se move a partir de baterias de fosfato de ferro e a autonomia é de até 320 km. Recentemente, a marca anunciou a intenção de construir uma fábrica em São Paulo.

Comil Campione 3.25 – A Comil mostra a reestilização de seu Campione 3.25, que atua no segmento de fretamentos e linhas rodoviárias intermunicipais. O veículo conta com opção de sanitário, iluminação em leds no interior e no conjunto ótico, com luzes diurnas, e transporta até 52 passageiros. Pode ser montado sobre chassis VW 17.230 OD, Mercedes-Benz OF 1721 e OF 1724 e Volvo B270F.

Comil Campione DD – Indicado para trajetos longos, o Campione Double Decker reúne sofisticação e conforto na carroceria de dois pisos da Comil – exibido sobre o chassis Volvo B 420R. O modelo pode se tornar sala de reunião com sofás ou virar um ambiente de diversão com mesa de jogos e bar.

A Iveco Bus estreia no Brasil com o chassis 170S28, montado no evento com carroceria Marcopolo G7. Fabricado em Sete Lagoas, Minas Gerais, o modelo de 17 toneladas chega em duas configurações: urbano e fretamento. O chassi recebe o motor N67, da FPT Industrial, com seis cilindros em linha, 6.7 litros e sistema SCR, capaz de gerar 280 cv. A transmissão utilizada é ZF, manual, de seis marchas.

A Scania exibiu o K 400 8X2 Double Decker, utilizado pelos atletas da Confederação Brasileira de Judô. Para reforçar a ideia de conforto – é quase um hotel sobre rodas –, o modelo conta com uma exclusiva sala de reuniões equipada com TV de leds, Blu-ray player e frigobar. Freios ABS e proteção antitombamento, além da válvula de segurança de freio de estacionamento e freio auxiliar Scania Retarder, reforçam a segurança das viagens. Também contribuem para o conforto dos passageiros as suspensões dianteira e traseira pneumáticas.

A marca sueca levou sua “vedete verde”: o Hibribus, que alia motores diesel e elétrico e tem sistema start/stop. Os dois têm o mesmo torque de 81,5 kgfm. Para o público conferir as diferenças no funcionamento dos dois motores, um simulador foi instalado no estande da fabricante.

A marca alemã comemorou a liderança nas entregas para o programa “Caminho da Escola” de seus mais de 15 mil Volksbus 15.190 ODR. O modelo atende às normas do ORE2, sigla para Ônibus Rural Escolar Reforçado Médio, pensado para chegar aos lugares mais remotos. O veículo tem equipamentos de acessibilidade, porta larga, vidros temperados verdes, dispositivos passa-balsa, lixeiras, porta-mochila no teto e rede nas costas dos assentos para acomodação do material escolar e é feito exclusivamente com carroceria Marcopolo. O eixo traseiro com bloqueio do diferencial facilita a transposição de atoleiros e de trajetos de difícil acesso. Já a suspensão “jungle bus” proporciona uma altura mais elevada ao veículo, tornando-o ideal para operações fora de estrada. O motor é um MAN D08 4.6 litros de 4 cilindros e 186 cv. O torque é de 71,4 kgfm.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados