terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Passageiros reclamam de reajuste e cobrança antecipada das passagens de ônibus

Na última sexta-feira, 26, quando Alexandre Gomes entrou no ônibus para casa, em Maracanaú, o cobrador o informou que a passagem havia encarecido. O jovem de 26 afirma que não sabia da mudança. “O motorista me disse que desde aquele dia a passagem tinha subido. Eu não pude fazer nada, tive que pagar”. A queixa de Alexandre é referente à antecipação do reajuste das tarifas de ônibus intermunicipais e metropolitanos.

A mudança começou a valer oficialmente ontem. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) está levantando quais as empresas descumpriram o prazo acordado para multá-las. O superintendente do órgão, Igor Ponte, diz que no último domingo, 28, o órgão recebeu as primeiras denúncias sobre a cobrança. “Nós já entramos em contato com o Sindiônibus e está sendo feita a apuração para que, até o fim desta semana, possamos nos posicionar sobre as decisões acerca das multas”. Segundo Ponte, “o sindicato afirmou que haverá o reparo quando confirmar o erro, mas garantiu que o usuário não ficará no prejuízo”. Conforme o superintendente, o aumento anual da tarifa é comum.

A modificação do preço da passagem afeta mais de 1 milhão de usuários dos transportes intermunicipais e metropolitano. A estudante Margarida Sousa, 17, é uma delas. Diz também ter sido surpreendida quando precisou pagar R$ 9,20 para ir até Chorozinho. “Me senti abusada”, lamentou.

A falta de estrutura dos ônibus é o que faz o técnico de enfermagem Haroldo Gomes, 30, não concordar com o reajuste. Haroldo, que teve que pagar 25 centavos a mais na viagem que faz da avenida Bezerra de Menezes para Caucaia, diz que o aumento não traz nada de bom para os usuários. “Eu acho que os veículos não têm conforto e são desorganizados”.

Reajuste
As tarifas tiveram reajuste médio de 5,8%. Como a última mudança nos preços havia sido aplicada em dezembro de 2012, os índices de correção que foram aplicados englobam o período de dois anos, totalizando percentual médio de 11,6% de reajuste em relação às tarifas vigentes. Segundo o Detran-CE, o resultado corresponde a um índice inferior à inflação acumulada no período.

O reajuste foi autorizado pelo Conselho de Coordenação Administrativa do Detran e homologado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce), responsável pela regulação tarifária. O transporte interurbano, que envolve as linhas rodoviárias para municípios do Interior, de fora da Região Metropolitana de Fortaleza, terá correção de 6,9%, referente ao período de dezembro de 2013 a dezembro de 2014.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados