sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Fortaleza: Após esperar até uma hora, usuários pegam ônibus superlotados

Os depoimentos dos passageiros se confirmam dentro do ônibus. Com a capacidade em nível máximo, um Parangaba/Náutico que segue rumo ao terminal no início da noite quase não oferece espaço para a movimentação interna. Chegar à porta da frente na hora de sair é um desafio, que exige paciência do condutor até que o usuário consiga se retirar do coletivo. À medida que prossegue o caminho, o coletivo passa também por várias paradas, muitas vezes em pontos mal iluminados.

Os passageiros reclamam ainda da falta de segurança que enfrentam tanto dentro dos coletivos quanto nas paradas de ônibus. "Eu pego ônibus numa parada da Avenida Desembargador Moreira e, mesmo sendo um lugar movimentado, me sinto insegura. Lá mesmo uma amiga minha foi assaltada uma vez. Estava esperando o ônibus e um ladrão levou tudo dela, fora os outros casos de assaltos que a gente escuta falar", comenta a auxiliar de dentista Sulamita Dantas.

O presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza, Antônio Ferreira Silva garante também que a Etufor está atenta à questão da lotação e demora dos ônibus. Ele afirma que a Prefeitura possui um plano de reestruturação do transporte público, o que contempla a reforma dos terminais e a construção de mais corredores exclusivos de ônibus. "No binário entre as avenidas Santos Dumont e Dom Luís, por exemplo, já verificamos que a velocidade média dos ônibus passou de 10Km/h para 22 Km/h. Isso reflete na lotação, porque temos veículos mais rápidos e que podem fazer mais viagens sem atrasos", diz.

O número de passageiros em Fortaleza, segundo Antônio Ferreira Silva, se manteve estável, em cerca de 30 milhões de passageiros por mês. A diferença está no número de veículos, que passou de 1.300 para 1.848 atualmente. "Esse aumento foi por conta do crescimento da cidade, que contou com a inclusão de mais veículos particulares, o que diminuiu a velocidade média dos ônibus. O segredo, então, é priorizar o transporte coletivo. Estamos trabalhando, inclusive, em melhorar a tecnologia veicular para aumentar a capacidade dos veículos e diminuir a lotação", avalia.

Como você avalia os coletivos?
"É um tormento. Falta ônibus. Espero muito e só sai lotado. Todos os dias, saio do Bom Jardim e passo pelos terminais do Siqueira e de Messejana pegando três ônibus cheios" Marilene Ferreira da Silva

"São todos lotados. Para andar com criança, é muito ruim. Venho de Caucaia, com minha filha de 11 meses doente, e tem gente que não dá a cadeira para a minha esposa sentar" Maicon Soares de Sousa
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados