terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Fortaleza: Todas as faixas exclusivas de ônibus são passíveis de multas

Fortaleza encerrou o ano de 2014 com 54,2 quilômetros de faixas exclusivas para o transporte coletivo em funcionamento. Mesmo as vias onde a fiscalização eletrônica ainda não estão em operação estão passíveis da fiscalização móvel, pelos agentes de trânsito.

Última das vias a receber a sinalização no ano passado, a Av. Perimetral, no trecho localizado entre a rodovia BR-116 e a Av. Juscelino Kubitschek, completou, ontem, o período educativo de 15 dias. Dessa forma, a partir de hoje, os motoristas que trafegarem na faixa exclusiva já poderão ser multados. Neste primeiro momento, haverá apenas a fiscalização móvel, ou seja, caso um agente da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) flagre um veículo trafegando irregularmente sobre a faixa, ele tem o poder de aplicar a multa.

Equipamentos
O mesmo acontece em outras vias da Capital que ainda estão finalizando a implantação dos equipamentos eletrônicos, como é o caso das avenidas José Bastos, Domingos Olímpio, Carapinima e Bernardo Manuel.

Apenas as avenidas Dom Luís, Santos Dumont e a Avenida da Universidade estão efetivamente praticando a fiscalização eletrônica. A Avenida Bezerra de Menezes permanece com os equipamentos desligados em virtude das obras no decorrer da via para a implantação das estações do BRS.

Sobre a implantação da fiscalização eletrônica nas faixas exclusivas para ônibus, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) informa que já concluiu a instalação dos equipamentos nas avenidas Carapinima, Domingos Olímpio e Antônio Sales, faltando apenas a conclusão da parte elétrica e de informática. Os primeiros equipamentos devem estar rodando no fim do mês de janeiro na Avenida Antônio Sales. Já na Avenida Carapinima e na Avenida Domingos Olímpio, a previsão é que a fiscalização eletrônica comece em fevereiro.

Conversões
A AMC ressalta que podem trafegar nas faixas apenas ônibus, vans, táxis e transporte escolar. Os demais veículos só devem adentrá-las para fazer conversões à direita ou acesso ao lote. Ao utilizar a faixa exclusiva, o condutor deve fazer a transposição pela linha pontilhada. A orientação é que o condutor fique atento, pois não pode passar por dois equipamentos de fiscalização consecutivos.

Conforme Ezequiel Dantas, engenheiro e técnico da Prefeitura de Fortaleza, apesar de o programa de faixas exclusivas do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (Paitt) estar em funcionamento desde agosto de 2014, ainda é necessário penalizar os motoristas para que haja respeitos aos corredores exclusivos.

A Prefeitura já calcula os benefícios no trânsito resultantes da implantação dos corredores. O aumento na velocidade dos ônibus é a principal delas. Na Av. Santos Dumont, por exemplo, o ganho de velocidade para o transporte público foi de 207% no pico da tarde (entre 17h e 19h). Já na Avenida Dom Luís o aumento foi de 144% no mesmo período.

"O principal foco do programa é o aumento da velocidade operacional. Com isso, diminui o tempo de espera dos usuários e a superlotação dos ônibus", aponta Ezequiel Dantas. Estudos preliminares apontam um aumento de velocidade dos coletivos de 70% na Avenida da Universidade e de 120% na Avenida Carapinima.

Em janeiro, a Prefeitura deverá implantar mais 8,4 quilômetros de faixa exclusiva na Avenida Perimetral. Até julho, o Paitt pretende implantar um total de 122 quilômetros de faixas para transporte coletivo na Capital. Avenidas como Engenheiro Santana Júnior, Washington Soares, Abolição e Governador Raul Barbosa são algumas das demais vias que serão contempladas com os corredores.

Fiscalização eletrônica

Implantação em curso
1) Carapinima
2) Domingos Olímpio
3) Antônio Sales

Implantação a ser iniciada
1) José Bastos
2) Bernardo Manuel

Implantação concluída
1) Bezerra de Menezes
2) Santos Dumont
3) Dom Luís
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados