segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Novas paradas do BRT na Bezerra de Menezes só devem ser entregues em março

Os longos trechos com tapumes verdes marcam a continuidade das obras de construção das paradas de ônibus no canteiro central da avenida Bezerra de Menezes. Com expectativa de finalização ainda em dezembro, o novo prazo para a entrega das dez estações da via é março deste ano, conforme a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). 

Com o novo prazo, também fica para março o início do funcionamento do corredor expresso Antônio Bezerra-Centro. Até agora, somente uma ilha de estações está sem os tapumes, o restante continua em obras e com proteção que interfere no uso adequado da ciclovia, além da ocupação de até duas faixas da via.

As obras começaram em maio de 2014 e os prazos foram sendo prorrogados ao longo do ano. Segundo a Seinf, o motivo do atraso da entrega foi a priorização de outras obras na cidade, levando em conta que a mesma empresa era responsável pela execução das intervenções no terminal do Antônio Bezerra e dos viadutos do entroncamento das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales.

Assim, enquanto obras são priorizadas e outras atrasadas, ciclistas que usam cotidianamente a Bezerra de Menezes ficam sem a ciclovia em diversos trechos - que fica dentro dos canteiros de obras e também passa por readequações. A situação também vem complicando o trânsito do local, alerta o taxista Raimundo Edmilson Freitas, lembrando os longos congestionamentos, especialmente nos horários de pico e no sentido do Centro. Ele lembra que a previsão de término que tinha ouvido era novembro e, que agora, já não sabe quando a avenida terá seu fluxo normalizado.

Saiba mais
A avenida Bezerra de Menezes recebeu no fim de novembro do ano passado a linha 222 (Antônio Bezerra/Papicu/Antônio Sales), que conta com frota de ônibus articulados e de convencionais com ar-condicionado. Os ônibus articulados têm porta para as novas paradas nos canteiros centrais da via.

Pedestres passam por dentro da obra de uma das estações da avenida Bezerra de Menezes. Tapumes foram derrubados e travessia é perigosa sem faixa de pedestres ou sinal. As estações funcionarão como ilhas, com uma estação servindo para o sentido Antônio Bezerra-Centro e a outra próxima operando para o sentido contrário.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados