domingo, 18 de janeiro de 2015

Ônibus: Consórcios começam a operar em Teresina

As mudanças no sistema de transporte coletivo de Teresina causou estranheza aos usuários que reclamaram da mudança nas cores dos ônibus e aos condutores que tiveram de mudar de rota, causando atrasos no percurso. Isso ocorreu porque as empresas de ônibus deixaram de ser responsáveis pelas linhas que passaram a ser administradas pelos consórcios vencedores da licitação. 

Dessa forma, as linhas da zona Norte serão operadas pelo Consórcio Poty, composto pelas empresas Viação Piauiense, Emvipi e Teresinense.  O consórcio Ubanus, que é composto pelas empresas Cidade Verde, Asa Branca, Santana e São Cristóvão ficará responsável pelas linhas da zona Leste. Já o Consórcio Theresina, das empresas Taguatur, Emtracol, Dois Irmãos, Santa Cruz e Teresina venceu o processo do lote 3 e vai trabalhar com as linhas da zona Sudeste. Para finalizar, a empresa Transcol foi a vencedora do lote quatro que corresponde às linhas da zona Sul.

Esta é apenas uma das mudanças adotadas para a transição do sistema atual, chamado de radial, para o novo sistema tronco-alimentar no qual os ônibus de bairro alimentarão terminais onde o passageiro pegará os coletivos até o centro da cidade. 

Entretanto, apesar de alguns contratempos, o gerente de fiscalização e controle da Strans, Vinícius Rufino, diz que ainda é cedo para fazer uma avaliação desta primeira mudança no sistema. “Além da mudança das empresas, a partir de hoje estaremos com 97 linhas integradas. O usuário que pegar o ônibus de uma zona poderá integrar com qualquer outro de outra zona, exceto as linhas circulares (Universidade I e II, Rodoviária I e II) e diametrais. Nesse momento, estamos migrando do molde de empresa para os consórcios”, ressalta. 

Rufino explica que usuários se queixaram da demora em alguns casos. “Isso ocorre onde o motorista de uma empresa passou a vida inteira rodando em uma zona e passou para outra, onde ainda não tem prática. Mas os próprios passageiros estão orientando. Acreditamos que na segunda-feira, parte dos motoristas já tenham se habituado. Só poderemos fazer uma avaliação mais precisa no final da próxima semana”, adianta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados