sábado, 31 de janeiro de 2015

Scania amplia sua presença no mercado de ônibus

A Scania vem ampliando sua participação no mercado de ônibus no mundo. Recentemente, a marca anunciou o fornecimento de 54 chassis ao Equador. Os modelos foram adquiridos pela Cooperativa de Transporte Ecuador, que, com a compra, vai renovar 100% da sua frota.

O modelo de chassis escolhido foi o K 410 6X2, de três eixos e 14 m de comprimento, além disso, são equipados com o motor Scania DC13 107 turbodiesel de 13 litros e seis cilindros em linha, que gera 410 cv. A caixa é a Opticruise GR875R, de 8 velocidades. A carroceria escolhida para a frota foi a Marcopolo G7 Paradiso 1.800 DD (Double Decker). Luxuoso, o modelo possui capacidade para 44 passageiros no piso superior e 16 no inferior, que atende com poltronas semileito.

Para concretizar a venda, a Scania teve que otimizar o trem de força do chassi, já que as condições geográficas da estrada onde os modelos vão rodar, entre Quito e Guayaquil, variam em até 3 000 m de altitude, em percurso de pouco mais de 400 km. A engenharia de pré-vendas da marca fez uma análise da rota levando em consideração fatores como topografia, tipos de estrada, qualidade do pavimento, capacidade de rampa e velocidade de cruzeiro, para assim, escolher a motorização, transmissão e relação de eixo motriz mais adequada ao modelo.

Assim como outros produtos do portfólio da empresa, este modelo é fabricado na planta da marca em São Bernardo do Campo (SP). Desde a introdução dos motores de 13 litros em 2012, sob as normas de poluentes Euro 3, a marca comercializou cerca de 700 unidades deste mesmo modelo, que hoje está em operação em diversos países da região e da África. Esses países ainda operam sob a norma de emissões Euro 3 ou anterior, diferente do Brasil onde a norma vigente é a Euro 5.

A marca afirma que este modelo é um produto global, e pode ser comercializado em países que adotem no mínimo a norma de emissões Euro 3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados