quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Os ônibus trucados da Expresso Canindé

Por Fortalbus
A Expresso Canindé, que atuou no transporte intermunicipal do Ceará até o ano de 2009, identificava-se com o seu próprio nome, pois era a empresa de ônibus detentora da permissão regular para a linha Fortaleza x Canindé, sua principal operação neste segmento.

Conhecida por festejar uma das mais antigas festas religiosas do Brasil, a Festa de São Francisco das Chagas, a cidade de Canindé fica a 115 km da capital Fortaleza, e talvez por esta distância relativamente curta, a empresa mantinha o padrão de adquirir ônibus não-trucados de médio porte. Além disso, quase toda sua frota era composta por veículos de motorização dianteira.

Mas quando em 1998 a carroçadora Comil lançou a linha de rodoviários Campione, a Expresso Canindé não só trouxe o novo modelo, mas também surpreendeu ao adquirir estas novas unidades com motorização traseira Mercedes-Benz.

Das quatro primeiras unidades do modelo Campione incorporadas no final da década de 1990, dois deles eram trucados, ou seja, tinham o terceiro eixo e 13,20 metros de comprimento total. Com os prefixos 0320 e 0330, as unidades na versão 3.65 eram equipados com um diferencial, o conforto do ar condicionado.

Além dos únicos trucados da frota, mais duas unidades na versão 3.45 do Campione também foram incorporadas, porém, sem o terceiro eixo e com chassis O-371RSE, unidades que receberam os prefixos 0340 e 0350. A partir de então, a Expresso Canindé passava a adquirir ônibus zeros com um item de serie, o ar condicionado.

Quando em 2007 o seu Grupo empresarial expandia sua atuação no segmento intermunicipal, a Expresso Canindé, por questões estratégicas, transformou-se em Viação Princesa dos Inhamuns, sendo em 2009 uma das vencedoras na licitação dos lotes de linhas intermunicipais do estado do Ceará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados