quarta-feira, 10 de junho de 2015

Grades na Av. Bezerra de Menezes dificultam a travessia de pedestres

Na Avenida Bezerra de Menezes, pedestres estão passando por dificuldades para realizar a travessia. O motivo é a instalação de grades no local. Para ter acesso ao canteiro central do BRT, por exemplo, o pedestre, a partir de agora, vai precisa andar mais. A faixa de pedestres não pode ser mais acessada e o corredor  do canteiro central foi tomado por ambulantes.

A instalação das grades trouxe opiniões e questionamentos. Luis Felipe Dourado diz que achou muito bom, pois acredita que a pequena abertura que existia no local causava muitos problemas e que agora as pessoas terão que se reeducar. Já o leitor Arthur Rios diz que o direito de ir e vir do cidadão está sendo retirado.

Rogério Alves questiona: “Cadê o direito de ir e vir do cidadão?” Italo Cardoso, não compreendeu o motivo das grades e pergunta: “Qual a real intenção?” Outro leitor questionou a existência da faixa de pedestre, que agora ficou sem poder ser usada. Mas houve quem gostou das mudanças e não se importou com o fato de precisar andar mais. “É preciso apenas caminhar por um pequeno trecho em direção ao outro lado. As pessoas precisam parar de reclamar”, afirma Nana Costa.

O corredor exclusivo de ônibus da Avenida Bezerra de Menezes foi inaugurado no dia 18 de abril, com o objetivo de dar mais fluidez no trânsito da região, sobretudo dos ônibus. São 8,2 km de extensão de faixa exclusiva para as 26 linhas de ônibus, com um canteiro central.

De acordo com a Etufor está sendo realizando um programa educativo na Av. Bezerra de Menezes desde segunda-feira (8) com cartilhas que informam sobre a forma correta de embarque e desembarque de usuários dos coletivos, pedestres, ciclistas e motoristas de ônibus. As ações seguirão por cerca de dois meses, época prevista para a conclusão da segunda etapa do Corredor Expresso Fortaleza, quando as estações para embarque e desembarque nos ônibus articulados passarão a ser utilizadas.

Alguns usuários do BRT da Bezerra de Menezes reclamam da falta de sinalização e espaços para os pedestre acessarem as plataformas de embarque. Para Emanoela Araújo desdes a instalação das novas paradas ela precisa andar muito para conseguir pegar um ônibus. “Aquela faixa vermelha por onde passam as bicicletas é o único lugar para andar. Alguns ciclistas gritavam ‘saia do meio’, outros buzinavam. Mas e os pedestres, onde podem andar? Só vi uma calçada muito estreita, que vai ficando mais estreita à medida que vai acabando o corredor”, destaca.

O espaço de travessia dos pedestres pelos corredores fica mais reduzido por conta dos ambulantes no local. Só este ano foram cinco remoções e apreensões de mercadorias do comércio informal no corredor exclusivo para ônibus. Apesar da fiscalização da Regional III, os ambulantes sempre retornam. O comércio informal no canteiro central é proibido.
Com informações: Tribuna do Ceará

Nota oficial da Etufor
A Prefeitura de Fortaleza instalou, provisoriamente, as grades de isolamento na Av. Bezerra de Menezes, em torno e em frente ao North Shopping, para garantir uma travessia segura aos usuários de transporte coletivo e pedestres que se deslocam por estes locais, direcionando-os a uma das faixas de pedestres mais próximas situadas no cruzamento da Av. Bezerra de Menezes com a Rua Olavo Bilac/Rua Amadeu Furtado e Av. Bezerra de Menezes com Rua Armando de Oliveira/Rua Braz de Francesco.

Essa medida, que foi implantada em fase de teste no último sábado (6), está sendo aplicada para uma melhor avaliação por parte da AMC e da Etufor, visando a minimizar os conflitos entre pedestres, veículos e ciclistas existentes nesta travessia. Como este teste ainda está sob análise de tais órgãos, a faixa de pedestre desta travessia e o semáforo desta faixa de pedestre em frente ao shopping só serão retirados caso essa medida se torne definitiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados