quinta-feira, 18 de junho de 2015

O primeiro ano da nova "cara" do transporte fortalezense

Por Fortalbus
Em março de 2014, foi divulgado nas redes sociais um croqui de um ônibus que ostentava uma nova proposta de comunicação visual no sistema de transporte da capital cearense. Feita a divulgação, a repercussão entre os admiradores e pesquisadores em transporte logo se espalhou. O barulho foi tamanho que chamou atenção até mesmo da imprensa, que não é habituada a se dedicar a produzir matérias que envolvessem detalhes não tão significantes no dia a dia da cidade, como a mudança na padronização externa dos ônibus.

Um portal de notícias chegou a divulgar matéria sobre a nova padronização dos coletivos, que, até então, não passava de suposição. Tal informação foi corroborada pela ETUFOR, que não deu confirmação sobre o croqui em questão. Após a repercussão na imprensa, houve quem quisesse tirar proveito político da situação. O então vereador Guilherme Sampaio (PT), hoje Secretário de Cultura do Estado, afirmou, em entrevista ao mesmo portal, que a mudança seria uma estratégia da atual gestão em apagar marcas da anterior. Não havia nenhum sentido, visto que o antigo padrão do Sistema Integrado (SIT) foi implantado na administração Juraci Magalhães, em 2000.

Dois meses depois, em maio, veio a confirmação com a chegada dos primeiros veículos com a nova pintura, pertencentes à São José Transporte Urbano. Embora tenha negado naquele momento, o órgão responsável pelo gerenciamento do transporte coletivo em Fortaleza é quem autoriza qualquer tipo de modificação na identificação dos coletivos no sistema. Mais uma vez, Fortalbus.com deu a informação precisa e certeira. 

Ainda houve a divulgação de outros croquis, referentes aos ônibus BRT's que seriam adquiridos em breve. Trazendo o mesmo conceito de pintura, mas com alteração na cor principal, passando de azul para laranja. Nos meses seguintes, se confirmou que não passava de sugestão. O mesmo padrão divulgado inicialmente em março do ano passado foi aplicado a todos os tipos de coletivos operantes na capital.

Hoje, após um ano, o novo conceito visual dos ônibus e vans de Fortaleza representa o início de uma nova era no transporte. Era onde o coletivo pode se sobrepor ao individual, segundo diretrizes da Lei de Mobilidade Urbana, por meio da implantação de faixas preferenciais e corredor exclusivo. Era também marcada pela adoção, gradual, de ar condicionado nos novos veículos adquiridos pelas empresas. Até 2020, toda a frota deverá estar climatizada.

Agora atual, a padronização não tirou a marca característica do transporte fortalezense, o tradicional azul, que divide espaço com o branco, gerando harmonia na combinação de cores. Muitos usuários aprovaram a leveza da nova "cara" do SIT. Harmonia também nas formas, onde o grande círculo representado no centro dos coletivos remete ao ciclo pelo qual passa o transporte, e que permanecerá evoluindo nos próximos anos. Renovação sempre é bem-vinda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados