domingo, 12 de julho de 2015

BRT Bezerra de Menezes: Prefeito afirma que transporte coletivo é prioridade

Após a repercussão envolvendo a declaração do superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) relacionada às mudanças na Avenida Bezerra de Menezes e a implementação do gelo baiano na via, Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza, ratificou que em toda a Capital a prioridade é do transporte público. 

Na manhã deste sábado (11), Roberto Cláudio destacou que o BRT é uma tendência mundial e deve ser levado para outras vias para que a médio prazo exista um menor número de carros circulando nas ruas.

Conforme o chefe do Executivo municipal, na Avenida Bezerra de Menezes, houve uma redução na velocidade para quem está no veículo particular, mas as mudanças agradaram usuários do transporte público, vindo a beneficiar um maior número de pessoas.

"A gente compreende as críticas e crê que há o que melhorar na Bezerra em certos pontos, mas a prioridade é o transporte público. A melhor maneira de garantir que a Cidade flua melhor é qualificar o transporte público, o tornar mais confortável e acessível no ponto de vista econômico", afirmou o gestor.

Sobre possíveis mudanças na Avenida a fim de viabilizar o aumento na velocidade média para quem circula pelas faixas livres, o prefeito contou que estudos estão sendo feitos a fim de solucionar problemas em pontos críticos da Bezerra de Menezes.

"Estamos procurando solução a fim de mitigar os pontos de conflito para os condutores de veículos. Por exemplo, próximo às escolas, é preciso viabilizar o embarque e desembarque de alunos pelas laterais. Também queremos que o shopping recue a entrada para não haver paradas que impessam o trânsito. Acho que é questão de tempo, costume e experiência para as pessoas entenderem que utilizar o transporte público e tirar carros da rua é a melhor forma de combater engarrafamento e qualificar o transporte público", declarou.

Aumento no número de passageiros
Conforme o gestor municipal, a Prefeitura analisou gráficos recentes que comprovam um aumento significativo no número de usuários de ônibus. O estudo mostra que desde 1994, a Capital perdia usuários e, após a implementação do bilhete único, faixas exclusivas e ar condicionado, o número voltou a aumentar.
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados