quinta-feira, 16 de julho de 2015

Estações do BRT da Bezerra de Menezes serão entregues no sábado

Testes de automação das portas das 11 estações da avenida ainda são realizadas pela Etufor. Gestores explicam o que muda com o novo sistema e garantem que houve ajustes para melhorar o funcionamento

As 11 estações que encerram a implantação do corredor expresso de ônibus da avenida Bezerra de Menezes serão entregues no próximo sábado, 18, pela Prefeitura de Fortaleza. Os equipamentos deveriam estar funcionando desde o dia 30 de junho, mas, conforme a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), testes de balizamento dos ônibus e de automação das portas das estações “demandaram mais tempo do que o previsto”. 

Os testes, coordenados pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), avaliam a eficiência dos ônibus ao pararem nas estações - adequadas tanto para veículos articulados quanto para novos modelos que tiverem embarque e desembarque, também, pela esquerda. De acordo com o presidente da Etufor, Antônio Ferreira Silva, esta última classe de veículos, porém, só deve ser incorporada à frota da Capital em agosto.

Valdir Santos, coordenador do Programa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor), disse que, antes de inaugurar o novo sistema, seis assistentes sociais da Seinf têm visitado comércios, escolas e entidades como o Instituto dos Cegos e Associação dos Surdos para explicar o que muda com o funcionamento das estações. “A receptividade tem sido muito boa”, assegura.

Campanhas
Segundo Valdir Santos, os três primeiros meses de funcionamento do corredor da Bezerra de Menezes possibilitaram que a Prefeitura alertasse para a necessidade de intensificar campanhas educativas para pedestres e motoristas. “Notamos que a nossa população não tem o costume de fazer a travessia na faixa de pedestres, vimos pessoas andando nas ciclovias”, comenta.

Foi percebido ainda que alguns ônibus chegavam aos abrigos de parada em velocidade alta. Para contornar o problema, o gestor afirmou que placas com avisos de redução de velocidade foram instaladas e campanhas educativas foram direcionadas aos motoristas. Conforme o presidente da Etufor, sinalizações horizontais também foram pintadas na pista para que os ônibus não cheguem a mais de 20 quilômetros por hora. “Apesar de termos profissionais qualificados, é algo novo”, esclareceu.

Ferreira explica que, por enquanto, apenas a linha 200 (Antônio Bezerra/Centro) - que será composta por ônibus articulados - pode fazer o percurso completo pelas 11 estações. Os demais ônibus vão continuar a embarcar e desembarcar passageiros pelos abrigos do lado direito do corredor.

Sobre a substituição dos modelos dos ônibus, o presidente da Etufor explica que será de forma gradual. “À medida que a Prefeitura vai concluindo a estrutura (viária), vamos trocando a frota”, citou.
Com informações: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados