quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Sindiônibus sinaliza reajuste na passagem de ônibus em Fortaleza

Conforme o Sindicato das Empresas de Ônibus de Fortaleza (Sindiônibus), os custos do transporte coletivo estão muito altos, e isso poderá impactar nas tarifas, a partir do começo do próximo ano. A previsão é do presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira. Ele adiantou que apresentará um levantamento de custos, em novembro, para começar a negociação com o prefeito Roberto Cláudio.

Barreira declarou que o setor já está quase sem aguentar a alta dos insumos que é constante. “Se não houver nenhuma compensação para minimizar esses altos custos, lamentavelmente, vamos ter que repassar nas tarifas”, lamentou o empresário, reconhecendo que o usuário de transporte público está com poder aquisitivo muito baixo.

Para contextualizar o cenário econômico, o empresário destacou que o óleo diesel subiu, desde 2013, 35%. Enquanto  o aumento da mão de obra já está perto de 40%.

Investimento
O presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, foi a São Paulo participar de um seminário sobre transportes, promovido pela NTU. No evento será discutida a proposta do Governo de aumentar impostos em cima das passagens de ônibus, aumento dos custos e, em seguida, das passagens.

Dimas Barreira deixou bem claro que os empresários dos transportes coletivos não investirão na melhoria da frota neste ano. Acredita que possa ser melhorada em 2016. No momento, existem 140 ônibus circulando com ar-condicionado e para o próximo ano vai depender de como as coisas vão se processar “ Está muito difícil”, comentou.

Um comentário:

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados