quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Motorista conquista simpatia de passageiros promovendo gentilezas no trânsito

Em meio à correria do cotidiano, a pressa de chegar ao destino final, há gentilezas diárias que persistem e não passam despercebidas por um público que, diariamente, lida com hostilidade. As idas e vindas no ônibus da linha 074 Antônio Bezerra / Unifor se tornaram diferenciadas devido à presença do motorista Gleston de Castro Bezerra. O cuidado notório com o bem-estar dos usuários pode ser visto nas atitudes do profissional.

Por meio de uma publicação do jornalista Miguel Martins, Bezerra ficou conhecido nas redes sociais. Devido aos tratos com o ser humano, até aqueles que nunca estiveram no coletivo comandado por ele, passam a ter vontade de conhecer pessoalmente o senhor, que leva consigo um bom humor constante após cinco anos de profissão.

No relato que conquistou mais de 45 mil curtidas, o jornalista deixa claro que as palavras proferidas e as atitudes tomadas por Bezerra fazem dele um profissional diferenciado. Questionado sobre o que presenciou no último dia 15, Martins fala que pareceu algo mágico, bem planejado. "Primeiro ele foi super gentil com a senhorinha, depois cordial com a moça, mais a frente com uma mulher na faixa de pedestre e, por fim, me deseja uma boa tarde".

O jornalista responsável pela publicação do relato contou ainda ter ficado surpreendido com a repercussão da postagem. "Decidi escrever a respeito, despretensiosamente. Mas acho que coloquei tanta energia naquela história, que, por fim, deu em um compartilhamento de boas vibrações pelo Brasil afora, e pessoas lá do Sul do País estavam parabenizando o motorista que, sequer, eu sabia o nome e, desde então, nunca mais encontrei nos Antônios Bezerras/ Unifor da vida", contou Martins, que também já passou por situações constrangedoras, como o dia em que teve a porta da condução
fechada no momento do embarque.

Bastou uma viagem no coletivo dirigido por Bezerra para perceber que o motorista surpreendia todos os passageiros com a sua cordialidade. Jafer Pompeu, usuário do transporte público, conta admirado que o motorista trata todos com educação e é sempre cordial. "Essa é uma situação que podia ser exaustiva, mas ele acaba trazendo para si a responsabilidade de ser gentil com todos. É muito importante que exista um treinamento por parte das empresas para saber capacitar o profissional e dizer como isso é importante", ressalta o usuário.

Sem esconder a emoção após ficar ciente dos elogios, o motorista destaca que é possível driblar as dificuldades da rotina com palavras mágicas. "Você diz um bom dia, boa tarde e conquista a pessoa. Não custa nada responder de forma correta. Aqui, também temos tempo suficiente para esperar o idoso embarcar, não precisa ter pressa", conclui o profissional exemplar.
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados