domingo, 20 de dezembro de 2015

Novo binário atinge cerca de 250 mil usuários de ônibus

O novo binário de Fortaleza, formado pelas avenidas Historiador Raimundo Girão e Monsenhor Tabosa, na Praia de Iracema, foi entregue oficialmente à população. Segundo a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o novo binário irá “priorizar o transporte público e trará benefícios para cerca de 250 mil passageiros, por dia, que utilizam as linhas de ônibus que passam pelo trecho, além de dar mais segurança para a circulação de pedestres e ciclistas, e reduzir o congestionamento na região”.

No projeto executado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (Paitt), a Avenida Historiador Raimundo Girão passa a operar no sentido leste-oeste (Beira-Mar/Centro), entre as ruas Silva Paulet e Ildefonso Albano. Com isso, os motoristas agora circulam naquele trecho da via em apenas um sentido, vindo do Meireles ao Centro. A mudança consolida um binário com a Avenida Monsenhor Tabosa, via paralela que possui sentido contrário.

De acordo com o projeto, a faixa exclusiva de ônibus da Avenida Abolição foi estendida no sentido leste/oeste até a Avenida Rui Barbosa e, no sentido oeste/leste, até a Rua Barão de Aracati. Com isso, houve uma ampliação de 1,5 quilômetro na rede de faixas exclusivas para ônibus em Fortaleza, que hoje já totaliza 89,1 quilômetros, representando um aumento de 810% em priorização do transporte público. “Naquela região do entorno das avenidas Historiador Raimundo Girão e Monsenhor Tabosa, passam 24 linhas de ônibus deslocando diariamente cerca de 250 mil passageiros.

Com a nova ordenação de circulação do trânsito, a expectativa é que o tempo de viagem nos ônibus seja reduzido e que haja um ganho na velocidade operacional. Além disso, o novo modelo vai dar mais segurança para a circulação de pedestres e ciclistas, além de reduzir o congestionamento na região”, afirma João Pupo, secretário de Conservação e Serviços Públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados