sábado, 5 de março de 2016

Fabricantes brasileiros de ônibus apresentam novidades em feira no México

Fabricantes brasileiros de ônibus marcam presença na Expo Foro'2016, uma das principais feiras de transporte de passageiros da América Latina, que termina hoje (sexta, 4), na Cidade do México. Entre os destaques do evento, organizado pela Câmara Nacional de Autotransporte de Passajeiros e Turismo (Canapat), está a comemoração dos 125 anos da Scania, saudados mundialmente. O México é o segundo maior mercado do continente na produção de ônibus, atrás apenas do Brasil.

Principal encarroçadora do Brasil, a Marcopolo, de Caxias do Sul (RS), lança no México a linha MP, modelos rodoviários com novos conjuntos óticos baseados na Geração 7 produzida pela Polomex em Monterrey. A linha é composta de quatro modelos derivados dos Viaggio e Paradiso nacionais – MP 105 MX, MP 120 MX, MP 135 MX e MP 180 MX. Além do lançamento, a Marcopolo expõe o urbano MX 60 BRS, variação do Viale BRS brasileiro, e o Torino, modelo de maior sucesso no mercado local.

A chegada da linha MP, afirma a Marcopolo, marca um novo foco no mercado local. O modelo de negócio permitirá à Marcopolo fabricar no México todos os veículos do portfólio disponíveis em outros mercados. Os ônibus urbanos serão totalmente montados em Monterrey, enquanto os rodoviários continuarão importados do Brasil, em sistemas CKD e PKD. O índice atual de componentes mexicanos dos ônibus da Polomex é de 70% a 80% entre os busões urbanos, e de 20% a 30% entre os rodoviários. “Vemos o momento como um novo começo para a empresa no país. A estratégia é atender as demandas do mercado e oferecer diferentes veículos com diversas opções chassis. O objetivo é diversificar para crescer e ampliar nossa participação”, afirma o diretor-geral da Polomex, Paulo Andrade. A fábrica de Monterrey tem capacidade para produzir 4,5 mil unidades/ano.

Outra encarroçadora nascida no Brasil, a Busscar, representada pela subsidiária colombiana – a matriz de Joinville (SC) decretou falência pela última vez em 2014 –, apresenta o modelos Urbanuss Pluss, Busstar 360 e Busstar DD. Já a Volvo está presente com o rodoviário 9800 FL.

Líder entre micros
Fabricante da linha Volksbus desenvolvida no Brasil, a MAN Latin America apresenta o primeiro protótipo de balaio movido a gás natural voltado ao México: o 17.280 OT. O chassi é resultado de um desenvolvimento conjunto entre a MAN latino-americana e alemã e a Modasa, empresa líder no encarroçamento de gás natural. Ideal para carrocerias de 13,2 metros, o 17.280 OT tem autonomia de até 600 quilômetros (dependendo da operação) e vem equipado com o motor MAN D0836 de 280 cavalos com transmissão automática ZF de seis velocidades. A MAN lidera o mercado de micro-ônibus local pelo quinto ano consecutivo, com 59% de participação nos segmentos de oito e nove toneladas. Com 74% das vendas, o 15.190 OD é o modelo mais vendido.

“Além da apresentação do protótipo a gás natural para começarmos a ter presença neste segmento, destacamos sete produtos em conjunto com os nossos encarroçadores para demonstrar as diferentes alternativas de aplicação”, explica o diretor-geral da operação da MAN Latin America no México, Leonardo Soloaga. 

A MAN do México é responsável pela montagem dos chassis Volksbus 8.150 OD, 8.160 OD, 9.150 OD, 9.160 OD, 15.190 OD e 17.230 OD, equipados com motor dianteiro; e os modelos 17.280 OT e 18.330 OT, de motor traseiro. Na linha MAN são comercializados os chassis de ônibus RR4 e RR2, importados da Alemanha. Em 2015 a MAN apresentou alta de 22% nas vendas de ônibus no México, comparado ao ano anterior, passando de 936 para 1.140 unidades.
Com informações: Vrum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados