sexta-feira, 4 de março de 2016

Sindiônibus repudia ações criminosas contra empresas e usuários

O Sindiônibus vem a público repudiar veemente a prática criminosa que provocou o incêndio a cinco ônibus nesta ultima quarta­-feira, dia 02. Não podemos admitir ações dessa natureza, que ameaçam a integridade e a vida das pessoas, especialmente motoristas, cobradores e usuários do sistema de transporte público, agridem o patrimônio das empresas e acabam por prejudicar a cidade, que depende do serviço de transporte coletivo.

Além disso, o sindicato teme pelo alto investimento que tem sido realizado em prol da melhoria da qualidade do serviço com a compra de veículos novos e modernos, que custam em média R$ 500 mil a R$ 1 milhão.

E pensando em resguardar os passageiros, motoristas, cobradores e a própria frota de veículos, o Sindiônibus já está em contato com a Secretaria de Segurança Pública para tratar do assunto, no sentido de apurar os responsáveis e encontrar alternativas para reforçar ainda mais a segurança ao transporte coletivo de Fortaleza.

Lembremos que oferecer segurança pública é algo que foge da competência das empresas. É um dever do Estado. O Código Penal Brasileiro, em seu Artigo 250, prevê a pena de reclusão de três a seis anos e multa para quem “causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem”. E, no caso de o incêndio ser veículo de transporte coletivo, ela aumenta em um terço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados