quinta-feira, 5 de maio de 2016

Crise leva Marcopolo a estudar fechamento de fábricas no país

Com queda na receita líquida de 34,8% no primeiro trimestre, a fabricante de carrocerias de ônibus Marcopolo, com sede em Caxias do Sul, estuda o fechamento de unidades no país. O objetivo é reduzir custos, devido à retração intensa na venda dos veículos. A possibilidade foi admitida pela empresa em teleconferência com o mercado, após a divulgação dos resultados. A análise deve ficar pronta em dois meses. 

A Marcopolo tem duas fábricas em Caxias do Sul, na serra gaúcha. Ainda conta com operações no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. No Exterior, são quatro unidades (África do Sul, Austrália, China e México), além de participações em outras fábricas. 

O diretor-presidente, Francisco Neto, informa que o estudo considera também as duas fábricas da marca Neobus, que ficam em Caxias do Sul e em Três Rios (RJ). A unidade fluminense pode ser fechada porque o volume de encomendas não é suficiente para manter as duas fábricas.
Com informações: Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados