terça-feira, 19 de julho de 2016

Os guerreiros da Viação Linhares

Por Fortalbus
Na cidade de Reriutaba, localizada na região norte do estado do Ceará, uma empresa de ônibus que até poucos anos atrás atuava em linhas intermunicipais regulares, trazia uma característica peculiar em sua frota. Diferente das grandes empresas da capital com seus modernos e numerosos veículos, a frota da Viação Linhares era modesta e bem nostálgica.

Fundada em 1959 por Manuel Olímpio Linhares, suas principais linhas foram Reriutaba x Sobral, Varjota x Tianguá (via Guaraciaba do Norte) e Sobral x Guaraciaba do Norte. Em 2009, a Empresa perdeu oficialmente os direitos de exploração de suas linhas, entretanto continuou realizando o transporte de passageiros na região.

A Viação Linhares deixou de fazer a linha que ligava Reriutaba à Tianguá em 2011, logo após a criação de uma Cooperativa de Transportes Alternativos que faz linha na região. Mesmo lutando para conseguir de volta o direito de trafegar na linha, a empresa ainda permaneceu realizando pequenas viagens interligando distritos da região, especiais e transporte escolar.

No centro de Tianguá era possível ver alguns exemplares da extinta fabricante de carrocerias Ciferal, pois na Viação Linhares estavam presentes modelos como o Líder, Flecha de Prata e Araguaia. Apesar do longo tempo de uso, ver esses veículos em perfeito funcionamento era de encher os olhos de qualquer admirador de ônibus.

Recentemente, o empresário e colecionador Eunésio França trouxe para Fortaleza uma das relíquias da Viação Linhares, um Ciferal Flecha de Prata fabricado em 1969. O resgate dessa raridade da indústria automobilística aconteceu em dezembro de 2013, quando o ônibus veio transportado sobre um reboque até a capital.
O resgate do Ciferal Flecha de Prata 
Sob os cuidados do seu novo dono, o Ciferal será restaurado para fazer parte da coleção do empresário, permanecendo como um dos poucos exemplares de uma época em que os clássicos modelos da carroçadora Ciferal cruzavam as estradas do nosso país de dimensões continentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados