sexta-feira, 1 de julho de 2016

Terminal Parangaba recebe wi-fi gratuito e painéis com o itinerário dos ônibus

O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, a requalificação do Terminal de ônibus Parangaba. O equipamento, por onde passam diariamente 205 mil passageiros, recebeu uma série de melhorias estruturais e inovações como a disponibilidade de rede wi-fi gratuita, painéis de previsão de chegada dos ônibus, o projeto Terminal Literário e um Bicicletário.

O Prefeito explicou que o Terminal da Parangaba é o segundo mais demandado e encontra-se numa área bastante central de Fortaleza. “Há 20 anos esse Terminal não tinha uma reforma ou melhoramento. Fizemos uma reforma em banheiros, trocamos teto, fizemos instalação elétrica e sanitária, recuperamos pisos, a estrutura de coberta em áreas externas, colocamos iluminação branca, tornamos o espaço uma zona de wi-fi livre, colocamos telões com tempo de saída e chegada e fortalecemos a segurança, duplicando o efetivo da guarda municipal e implantando câmeras de segurança e posto para B.O. eletrônico. Esses serviços acabaram trazendo para o terminal mais segurança, comodidade e conforto para o cidadão. É uma revitalização extensa que envolve novos elementos”, afirmou.

Ele também destacou o Terminal Literário e o projeto Bicicleta Integrada. “O Terminal Literário é um espaço para ler e trocar livros exatamente para humanizar mais esse espaço tão importante e tão demandado pela população. Esse é o primeiro terminal que a gente começou a experiência do projeto Bicicleta Integrada, com 50 bicicletas na estação que possibilitam a pernoite na casa do cidadão. É um novo modal que está sendo levado a todos os outros terminais”.

Para Rennys Frota, presidente da Etufor, a mudança no Terminal foi significativa. “É um completa reestruturação, tudo no sentido de propiciar aos fortalezenses que usam diariamente o serviço mais conforto e melhor condição para uso do transporte. O impacto maior é que o tempo que o usuário passa no Terminal ele tem acesso a outros serviços que a internet propicia a ele, além do acesso à literatura e à integração dos modais bicicleta e ônibus no bicicletário”, declarou.

Conforme Roberto Cláudio, o trânsito ficará ainda melhor do entorno do Terminal da Parangaba com a implementação do binário da Germano Franck com a Barão de Canindé, prevista para ser entregue em julho. “Aqui há um gargalo na entrada e saída do Terminal. Esse problema nós estaremos resolvendo até o começo do mês de julho com a criação do binário da Germano Franck com a Barão de Canindé, que vai facilitar não só a entrada e saída do Terminal, como também o trânsito complicado no cruzamento da Silas Munguba e Germano Franck”.

Conforme Wigor Florêncio, gerente de sustentabilidade ambiental da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), é o quarto bicicletário instalado na cidade, potencializando o uso da bicicleta para trabalho e estudo. “Esse projeto integra a bicicleta ao modal de ônibus. A intenção é que o cidadão venha de um bairro próximo daqui, deixe a bicicleta, pegue um ônibus e se desloque para outra parte da cidade. A Prefeitura teve custo zero com esses equipamentos, que foram doados pelo projeto Urban Leds, que lida com as mudanças climáticas. Com isso, a ideia é trazer mobilidade limpa para as cidades”, disse.

O projeto UrbanLeds é desenvolvido pela Organização Não Governamental Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei), entidade ligada à Organização das Nações Unidas (ONU) para enfrentamento às mudanças climáticas. Fortaleza foi escolhida como cidade-modelo do programa e elaborou, com o apoio internacional, o primeiro Inventário de Gases do Efeito Estufa (GEE), apresentado em 2014. No estudo, os transportes foram apontados como principais responsáveis pelas emissões de poluentes para a atmosfera.

Fortaleza também conta com bicicletários nos Terminais do Siqueira, Conjunto Ceará e Parangaba. O cidadão pode utilizar o bicicletário mediante cadastro feito pela família com documento de identidade e comprovante de residência. São 40 vagas numeradas no equipamento. As bicicletas só podem ser retiradas com assinatura do proprietário ou dependente.

Segundo Paola Braga, secretária executiva da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), o projeto Terminal Literário promove a difusão de conhecimento na cidade, que já conta com seis equipamentos do tipo. "Falta só o Terminal da Messejana, que a estante já existe e só aguardando a reforma para ser instalada. A intenção da Secultfor é colocar essas estantes em todos os Terminais, justamente para que a pessoas recebam também livros, para incentivar a leitura e o compartilhamento. É um momento de lazer durante a travessia para a casa ou trabalho". As doações de livros podem ser feitas nas Regionais dos bairros.

Vanda Lúcia Sales, 56, advogada, destacou o projeto Terminal Literário. “Achei maravilhosa essa ideia, até para as pessoas aprenderem a ler ou se sentirem estimuladas com a leitura, pois muita gente não tem o hábito de ler. Por meio dos livros você adquire conhecimento. Pretendo trazer livros que tenho em casa para cá, em vez de jogar no lixo. É muito interessante”.

Conforme Larisse Stéfanie, 18, vendedora de uma lanchonete do Terminal, a reforma deu mais qualidade ao espaço. “Eu achei que melhorou bastante, os banheiros, a organização do espaço. O Terminal Literário é uma boa também para trazer educação, já que tem muitas crianças aqui no Terminal e a população em geral pode conhecer mais cultura. Esse tipo de melhoria com certeza atrai mais clientes também”.

Já Maria Valdeci, 56, técnica de enfermagem aposentada, está satisfeita com o reforço da sinalização para o pedestre. “A reforma é muito boa. A travessia de pedestre é muito importante porque às vezes os próprios ônibus não respeitam, então é bom para a segurança de quem atravessa”.

A administração do prefeito Roberto Cláudio conclui, com o terminal Parangaba, a reforma dos seis terminais, priorizando o transporte coletivo e oferecendo melhor comodidade aos usuários. O terminal Messejana passará por reformulação estrutural, após processo licitatório em andamento. Todos os terminais reinaugurados receberam diversas melhorias e instalação de novos atributos de conforto.

O terminal Parangaba foi inaugurado em 07 de agosto de 1993. Atualmente, estão em operação 54 linhas distribuídas nas plataformas. O terminal conta com 40 boxes com diversos serviços oferecidos, como recarga e solicitação do Bilhete Único, lanchonetes, lojas de variedades, farmácia popular, serviços telefônicos, bancos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados