segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O inicio das operações do serviço executivo Top Bus

Por Fortalbus
Criado em setembro de 1994, o serviço de ônibus executivo de Fortaleza chegou através da Expresso Guanabara, após vencer concorrência pública da Prefeitura de Fortaleza para a exploração das linhas. Seus confortáveis ônibus rodoviários eram equipados com ar condicionado, poltronas reclináveis, som ambiente e suspensão a ar, um luxo por apenas R$ 2 reais, tarifa bem diferente da cobrada nos convencionais urbanos, que era de R$ 0,40 na época.
Ônibus modelo Viaggio G4 na Praça do Ferreira
No começo, sua frota de 12 veículos circulava de segunda à sábado nas linhas, 1 - Aldeota-Centro I, 2 - Aldeota-Centro II e 3 - Iguatemi-Centro, tendo como ponto de partida a Praça do Ferreira, com ônibus saindo em intervalos de 10 em 10 minutos. Os veículos não tinham catraca giratória, pois eram equipados com um sensor entre a cabine e o salão de passageiros, registrando assim a passagem através de um validador eletrônico.
Sensor eletrônico instalado na entrada do corredor
Com lotação máxima de 46 lugares, nenhum passageiro viajava em pé, no qual podia solicitar o desembarque ao motorista em qualquer local ao longo do percurso. Ainda nos primeiros meses de operação, as linhas 1 e 2 também passaram a ter o Shopping Iguatemi como ponto de apoio. A linha numero 3 - Iguatemi-Centro, teve seu trajeto estendido até à Unifor, e em 1995, ampliado até as seis bocas.

Quando a Prefeitura de Fortaleza decidiu implantar o serviço de ônibus executivo, tinha como um dos principais objetivos diminuir o fluxo de automóveis no centro da cidade e aldeota. Além de desafogar o trânsito tirando 800 carros das ruas nos primeiros meses de operação, o Top Bus superou também as expectativas da Expresso Guanabara, atingindo em apenas cinco meses o que a empresa havia planejado para um ano.

Primeiro visual dos micro-ônibus
O Top Bus surgia como opção para quem não era usuário do transporte coletivo convencional, mas também não andava de automóvel. Para atrair cada vez mais os usuários do serviço, o Top Bus oferecia a compra antecipada de tickets, que a partir de 20 bilhetes de passagem, a empresa entregava a domicilio com desconto de 20%.

Além de proprietários de automóveis particulares, a linha atraiu boa parte dos passageiros de Táxi, que contavam com um serviço diferenciado por uma tarifa fixa. Os turistas também passaram a utilizar o Top Bus, já que o itinerário passava por pontos turísticos e comerciais, shoppings e próximo às praias da Avenida Beira-Mar.
 
A partir de 1996, a frota que era composta apenas pelos modelos Viaggio Geração 4, passou a utilizar micro-ônibus com capacidade para 25 passageiros. No ano seguinte, esses veículos passaram a receber televisores a bordo. Enquanto isso, a maior linha em extensão, a numero 3, ligava o centro da cidade ao lago Jacareí via Santos Dumont e Iguatemi.

Uma sala Vip localizada no estacionamento do Shopping Center Iguatemi, passou a permitir que o passageiro de uma linha conectasse a outra. Enquanto esperava o ônibus, o cliente tinha a sua disposição uma sala com ar condicionado, cafezinho, televisão e jornal do dia.

A linha número 4 - Aeroporto-Beira Mar entrou em operação no ano de 1998, partindo do antigo Aeroporto no bairro Vila União. Além de atender a Avenida Beira-Mar em toda sua extensão, o itinerário incluía também o Terminal Rodoviário Eng. João Thomé.

Apesar dos micro-ônibus já presentes na frota, a linha 4 do Top Bus operava com ônibus rodoviário de 46 lugares, ideal para os passageiros que desembarcavam com bagagens. Os veículos eram os Monoblocos Mercedes-Benz O-400RSL. Mais tarde, com a inauguração do novo Aeroporto Internacional de Fortaleza, a linha foi estendida até o novo equipamento.

Já em 1999, a frota do Top Bus era de 24 ônibus, o dobro do número de carros que prestavam o serviço no começo, em 1994. Para facilitar a comunicação dos motoristas da linha 4 com os estrangeiros, a Expresso Guanabara custeou para seus motoristas um curso básico de inglês com duração de 120 dias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados