quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Secretaria da Fazenda lacra agências de empresas na Rodoviária de Fortaleza por fraude tributária

Agências da Rodoviária de Fortaleza que vendiam passagens de ônibus interestadual para as empresas Transbrasiliana, Real Maia, Politur, Transbrasil e Viação Nordeste foram lacrados pela Secretaria da Fazenda Estadual (Sefaz),  após denúncias de venda de bilhetes sem autorização do órgão e que poderiam ser vendidos apenas em outros estados, o que caracteriza sonegação de impostos.

De acordo com o coordenador da administração tributária da Sefaz, Eliezer Pinheiro, as empresas estavam utilizando bilhetes falsos. "Eles estavam emitindo bilhetes de passagens que poderiam ser usados somente em outros estados da federação, a gente não sabe se estava idôneo nos outros estados, pode ser até que não", relata.  

"Aqui na rodoviária só pode ser usado bilhetes autorizados pelo fisco do Estado do Ceará. O bilhete de passagem, que é aquele papel que tira no bloco ou os emitidos com equipamentos de cupom fiscal são autorizados pelo Ceará. Outros são considerados irregulares", explica o coordenador.  

A denúncia é de que essas empresas são estabelecidas em outros estados, como Rio Grande do Norte, Tocantins e Paraíba. Eles abrem o box e emitem o bilhete de passagem para outros estados e o Ceará não ganha um centavo, por causa desta adulteração. A fraude é essa. Para regularizarem tem que abrir inscrição no Ceará para emitir os bilhetes no Ceará. 

As empresas serão fiscalizadas e será apurado o tamanho da fraude. Ainda de acordo com a Sefaz, a diretoria da rodoviária foi notificada para que as empresas lacradas sejam impedidas de circular ônibus na rodoviária. 

Um comentário:

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados