sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Saiba o que acontece durante a madrugada em uma garagem de ônibus

Depois de um dia inteiro de trabalho, estudos, projetos com a família e afazeres deixam qualquer um em estado de exaustão, ao final da jornada diária, tudo o que qualquer pessoa deseja é descansar. Antes de dormir, o bom e velho amigo despertador é programado para o despertar na madrugada seguinte, antes mesmo do sol nascer. O horário que, para muitos, representa o início de mais um dia, é o fim de uma noite de trabalho para outros.

Muitos destes trabalhadores noturnos atuam nas garagens das empresas que operam no transporte coletivo. Para que os ônibus estejam nas ruas logo de madrugada, manobreiros, mecânicos, auxiliares de serviços gerais e auxiliares administrativos mudam a rotina para garantir o bom funcionamento no dia seguinte. 

Após o fim da escala nas ruas e avenidas, os motoristas recolhem os ônibus para a garagem. A partir disso, o serviço no veículo não para e passa a ficar por conta das mãos de diversas pessoas, que realizam a manutenção, limpeza, abastecimento e os serviços operacionais do sistema.

Os manobreiros realizam a movimentação interna dos veículos na garagem e são responsáveis pela limpeza externa dos ônibus. Além disso, também são os responsáveis por conferir a pressão dos pneus e o estacionamento final de cada veículo. Ao mesmo tempo que trabalham, eles realizam uma espécie de treinamento para serem promovidos à função de motorista.

Além da limpeza externa, a parte interna do veículo também passa por este processo. Agora, a responsabilidade fica por conta de serventes, que cuidam da limpeza de poltronas, balaustres e demais partes. Para um bom resultado, elas se dividem em equipes para lavar e secar todos os veículos existentes nas garagens.

Para atender a demanda de alguns reparos nos veículos, mecânicos, eletricistas e borracheiros ficam encarregados de substituir lâmpadas queimadas, trocar pneus furados, entre outros serviços. O ônibus precisa estar em perfeita condição para operar no dia seguinte.

Enquanto o movimento não para no pátio, na parte interna, outro setor também trabalha à todo o vapor. No tráfego é por onde passam todos as demandas internas e externas da empresa. Os auxiliares de tráfego, como são chamados os funcionários dessa área, são responsáveis por diversos serviços como a operação do sistema GPS dos veículos, recebimento dos dados dos validadores e escalação dos ônibus para operação do dia seguinte.

Por volta das 3h30 da madrugada e depois de várias horas de trabalho pesado, todos os veículos já estão prontos para, novamente, voltarem às ruas. Enquanto a maioria destes trabalhadores se dirigem ao descanso de suas casas, motoristas e cobradores chegam nas garagens para darem início a mais um dia dessa jornada que não para.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados