quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Carteira estudantil metropolitana vem registrando baixa procura

O processo de solicitação da Carteira de Estudante Intermunicipal Macrorregião 2017 teve início em outubro do ano passado. Porém menos de 10% dos estudantes realizaram a solicitação do documento, conforme a Associação dos Estudantes do Estado do Ceará (Asesc). Na Região Metropolitana de Fortaleza, têm direito ao benefício cerca de 20 mil estudantes.

A entidade salienta que, para receber a carteira dentro do prazo de validade, a solicitação do documento pelo estudante precisa ser realizada até o dia 31 de janeiro. Aqueles que não zerem o requerimento no prazo estabelecido deverá pagar a tarifa intermunicipal inteira, uma vez que a carteira estudantil 2016 vence no dia 31 de março. O prazo médio para que a nova carteira seja emitida pode chegar a até 60 dias.

Para ter direito ao benefício, o interessado deve estar matriculado regularmente em um estabelecimento de ensino público ou privado situado em um município da macrorregião e residir em outro da mesma área de abrangência, utilizando assim o transporte coletivo intermunicipal de passageiros para realizar o trajeto
entre a casa e a escola.

Solicitação
Os documentos necessários que devem ser apresentados para a emissão da carteira 2017 são uma declaração da instituição de ensino carimbada e assinada; comprovante de residência (água, luz ou telefone) atualizado onde conste o mesmo sobrenome do aluno; cópia do RG e do CPF (caso o aluno seja menor de idade e não tenha tais documentos, deve ser apresentada a certidão de nascimento e a cópia do RG da mãe); uma foto 3x4 e pagamento da taxa de R$ 27,00.

Fortaleza está inserida na Macrorregião 1, da Região Metropolitana, que abrange ainda os municípios de Aquiraz, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajús, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante.
Com informações: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Fortalbus se reserva no direito de selecionar os comentários.

© 2010-2016. Fortalbus Busólogos - Todos os direitos reservados